Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Enderson reprova a atuação do Inter B

Treinador não gostou do time no empate de 1 a 1 contra o Canoas, e espera melhora para o Gauchão

Gabriel Cardoso, enviado iG a Bento Gonçalves |

O técnico Enderson Moreira não ficou contente com o desempenho do Inter B no empate de 1 a 1 com o Canoas, no jogo-treino na cidade de Bento Gonçalves . Apesar de admitir que ainda está fazendo alguns testes no time, ele esperava mais dos jogadores.

“O jogo foi importante, porque o adversário nos impôs dificuldades. Mas, para falar a verdade eu não gostei, acho que poderíamos ter produzido mais. A carga de trabalho não serve como desculpa. É claro que o time do Canoas já está mais entrosado, mas admito que esperava mais do time”, disse.

O técnico Celso Roth acompanhou a partida e fez a avaliação de alguns garotos, além de conhecer outros. O zagueiro Rodrigo, 23 anos, era um dos jogadores que Celso ainda não havia observado. O jogador, ex-União Rondonópolis-MT, chegou ao Inter no meio de 2010, mas teve poucas chances no B.

Enderson e Celso se reuniram após a partida para uma avaliação coletiva dos jogadores. O time da primeira etapa, que terminou 0 a 0, é parecido com o que o Inter deve ter na estreia do Gauchão, dia 16 de janeiro, contra o Cruzeiro de Porto Alegre: Agenor; Bustos, Ronaldo Conceição, Rodrigo e Massari; Elton, Augusto, Wagner Libano, Marquinhos e Ricardo Goulart; Fabinho.

O treinador confirmou que a ideia é começar o campeonato com o goleiro Muriel. Ele aguarda ainda pela liberação de dois jogadores: o atacante Guto e o zagueiro Ronaldo Alves, que estão realizando trabalhos físicos. Ambos devem começar o campeonato como titulares. Sairiam Fabinho e Rodrigo.

“A partir de terça-feira eu encaminho time para o inicio do Gauchao. Os jogadores precisam estar preparados para jogarem com grandes públicos. Seja na frente do técnico do time principal, ou do técnico da seleção brasileira. Se alguém se assustou, demonstra dificuldade para vestir a camiseta do Inter”, falou Enderson, quando questionado se os jogadores haviam ficado nervosos com a presença de Celso Roth.

O treinador apontou a defesa como o ponto positivo do time, e o ataque como a maior preocupação. Ele também quer aprimorar o aproveitamento nas bolas paradas, tanto a ofensiva como a defensiva.

“O setor ofensivo me preocupou: movimentamos pouco, criamos pouco, então temos que melhorar muito. Nosso ataque teve um grande desempenho no ano passado, então acho que é cedo para uma maior cobrança. Eu espero que quando diminuirmos o ritmo nos treinos físicos, eles devem evoluir na parte técnica”, revelou.

O Inter estreia no Campeonato Gaúcho dia 16 de janeiro, contra o Cruzeiro de Porto Alegre, fora de casa. O time ainda terá um amistoso no domingo, dia 9, contra o São José de Porto Alegre, em Bento Gonçalves.

Gabriel Cardoso
Técnico Celso Roth se reuniu com a comissão técnica do Inter B e os dirigentes após o jogo

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG