Tamanho do texto

Treinador do Fluminense afirma que meia só foi substituído por Marquinho por uma questão tática

Apesar de não ter relacionado Souza para os dois jogos contra o Libertad, pelas oitavas de final da Libertadores, Enderson Moreira afirmou no desembarque do time no Rio de Janeiro que o meia jamais deixou de fazer parte de seus planos. O técnico interino do Fluminense disse que a saída do jogador da equipe foi apenas uma opção tática e lembrou que foi com ele que Souza voltou a ser titular.

“O Souza nunca deixou de fazer parte dos planos tanto que assim que eu cheguei o escalei entre os titulares na partida contra o América-MEX. Mas depois o time se encaixou melhor com o Marquinho e ele saiu por uma opção técnica e tática. Apenas isso”, explicou o treinador.

Mas parece que o argumento de Enderson Moreira não convenceu apenas o jogador. Questionado por um jornalista de que o meia vinha jogando bem quando deixou a equipe sem qualquer tipo de explicação, o treinador usou a psicologia para tentar se explicar.

“Isso é uma avaliação de cada um. É que nem o pai que sempre acha que o filho está arrebentando em campo. Jogador é um pouco assim. Só olha para ele e esquece o time como um todo, mas eu como treinador tenho que olhar o conjunto”, disse Enderson.

Verdadeiras ou não, o fato é que as explicações dadas por Enderson Moreira descartam, por ora, qualquer tipo de veto ao jogador por sua amizade com Emerson , que rescindiu seu contrato com o clube na semana passada.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Em entrevista à TV Globo, o ex-atacante tricolor afirmou que Souza havia sido afastado da equipe por ser seu amigo e frequentar sua casa, e que o treinador do Fluminense não tinha qualquer tipo de comando sobre os jogadores.

Os reais motivos, se é que eles não são esses, podem até demorar a vir á tona, mas o fato é que de agora em diante Souza e os demais jogadores do elenco tricolor não são mais problemas de Enderson Moreira, já que o Fluminense só volta a campo dia 22 de maio, contra o S ão Paulo , pela estréia do Campeonato Brasileiro.

Até lá, todos nas Laranjeiras esperam que o responsável por barrar ou não Souza seja Abel Braga, que deverá chegar a tempo de dirigir o time na primeira rodada da competição caso o Al Jazira, sua equipe no momento, conquiste o campeonato nacional dos Emirados Árabes, por antecipação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.