Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Empresas desistem de licitação para construção de estádio da Copa em Natal

Nenhum consórcio apresentou proposta para construir a Arena das Dunas. Natal é uma das 12 sedes escolhidas para receber o Mundial de 2014

Paulo Passos, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859683281&_c_=MiGComponente_C

Nenhuma empresa apresentou proposta para a licitação de construção de estádio, em Natal, previsto para receber o Mundial de 2014. A abertura dos envelopes dos consórcios interessados aconteceu nesta quarta-feira. Cinco empresas - Galvão Engenharia, Queiroz Galvão, OAS, Odebrecht e Construcap -  se inscreveram na licitação, mas nenhuma delas apresentou proposta para a construção da Arena das Dunas, orçada em R$ 420 milhões.

Natal foi a última das cidades sedes da Copa do Mundo a lançar edital para a licitação de um estádio e, com a desistência dos consórcios, fica em situação mais delicada. O tempo estimado para a construção do estádio é de dois anos e meio.

Confesso que não temos um plano B. Vou comunicar o ocorrido ao governador Iberê Ferreira, a governadora eleita, Rosalba Cialirne, e à prefeita de Natal, Micarla de Souza, para que possamos resolver esta questão. Agora, não se trata mais de reuniões técnicas, mas política, envolvendo as autoridades do Estado e do Município, afirmou Fernando Fernandes, gestor da Copa em Natal.

Faltando pouco mais de três anos para o início do Mundial, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, que financiará a obra, ainda não conseguiu definir o consórcio responsável por construir o estádio. Segundo a Secretaria Extraordinária para Assuntos Relativos à Copa, uma nova tentativa de receber uma proposta de uma empresa interessada em fazer a obra deverá acontecer em 45 dias.

Leia tudo sobre: copa 2014copa do mundofifa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG