salário de titular para Lucas - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Empresário quer contrato com salário de titular para Lucas

Wagner Ribeiro diz esperar reconhecimento ao jogador por parte do São Paulo e espera encerrar ¿novelinha¿ antes do final do ano

Levi Guimarães, iG São Paulo |

A principal revelação do São Paulo na temporada 2010 deve ter seu contrato com o clube renovado em breve. O empresário do meia Lucas, Wagner Ribeiro, mostra otimismo em relação à extensão do vínculo do jogador. Ele diz estar conversando com a diretoria são-paulina e afirma que sua intenção é conseguir um aumento que dê a Lucas um salário equivalente a seu status de titular.

Já falei com o Leco [Carlos Augusto de Barros e Silva, vice-presidente de futebol do São Paulo] duas vezes. O São Paulo reconhece o valor do jogador. Nós vamos conversar de novo sobre estender o contrato até 2015 e um reajuste de acordo com o que é um titular do São Paulo. É o que eu quero, que ele ganhe como titular do São Paulo, afirmou o empresário durante a gravação do Troféu Mesa Redonda, premiação da TV Gazeta aos melhores do Campeonato Brasileiro.

Promovido ao time profissional do São Paulo imediatamente após a eliminação do time na Copa Libertadores, Lucas se tornou titular absoluto ainda com o técnico interino Sérgio Baresi. Com Carpegiani, permaneceu no time e ganhou cada vez mais destaque. No total, disputou 25 partidas no ano e marcou quatro gols.

Ele terminou o ano como titular do São Paulo. Todos os jogos que ele jogou foi o melhor jogador em campo, então eu quero o reconhecimento do São Paulo. Pelo que o Leco falou isso vai acontecer. Até o final desse ano nós vamos terminar essa novelinha aí, disse Ribeiro. O empresário também apontou a convocação para a seleção brasileira sub-20 como mais um motivo para a valorização de Lucas.

Ele está sendo cotado até para a principal, então acho importante o São Paulo reconhecer esse valor e trabalhar isso, administrar para que ele fique pelo menos mais dois ou três anos.

Como ainda recebe o mesmo salário que recebia nas categorias de base do clube, Lucas tem uma multa com valor baixo para o mercado brasileiro. No entanto, o empresário acha impossível uma transferência para outro clube do país por conta do desejo do próprio jogador em permanecer.

[Multa é baixa] porque ele ganha salário de categoria de base. [Uma transferência para outro time brasileiro] não vai acontecer porque ele não quer sair do São Paulo. Ele só sairia para jogar no exterior, então essa possibilidade não existe, afirmou Ribeiro.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG