Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Empresa de Ronaldo negocia patrocínio para Corinthians, SP e Fla

9ine tenta acordo conjunto com montadora que pagaria mais ao clube do Parque São Jorge

Bruno Winckler e João Pontes, iG São Paulo. |

Os três clubes mais populares do Brasil estão à procura de novos contratos de patrocínio para suas camisas. Flamengo , Corinthians e São Paulo mantêm por meio da 9ine, empresa da qual Ronaldo é sócio, uma negociação que pode dar a eles a mesma patrocinadora: a montadora de automóveis sul-coreana Hyundai. A empresa asiática está com um projeto audacioso voltado para o mercado do futebol brasileiro.

Reprodução internet
Presidente da Hyundai ganhou camisa do Corinthians com logomarca da empresa

Leia também: Patrocínio pedido pelo Corinthians o deixaria atrás só do Barcelona

Um diretor da 9ine que participa das negociações disse ao iG que os valores estudados para se investir nos três clubes não estão fechados, mas que o Corinthians receberia uma fatia maior que Flamengo e São Paulo. Embora a 9ine esteja participando diretamente do negócio, Ronaldo não está muito envolvido nele. São outros membros da empresa que fazem o meio-campo entre a Hyundai e os clubes. Os coreanos, por meio de seu porta-voz no Brasil, negam qualquer interesse em investir em patrocínios de futebol.

No último sábado, no duelo entre Corinthians e Botafogo de Ribeirão Preto no Pacaembu, o presidente da Hyundai no Brasil recebeu uma camisa corintiana com a marca da empresa estampada no peito. O clube e a empresa dizem que foi apenas um agrado, uma cordialidade. "Para nós não chegou nada da Hyundai. A Hypermarcas tem prioridade de renovação e qualquer proposta precisa passar por ela antes de a gente fechar. A Hyundai é que deve estar gostando dessas especulações todas", disse Caio Campos, gerente de marketing corintiano.

Confira ainda: Com chinês, Corinthians quer repetir fama internacional de rivais

O contrato da Hypermarcas com o Corinthians termina no final de abril, com o Paulistão. A empresa tem prioridade para renovar. O clube recebeu R$ 38 milhões anuais para estampar marcas da empresa no peito, nas mangas, nas costas, axilas e omoplatas. Para o peito e para as costas, partes mais nobres da camisa, o Corinthians pede no mínimo R$ 30 milhões. Somadas às outras partes vendidas, o clube espera ganhar entre R$ 52 e 56 milhões , um acordo que equipararia o clube ao Barcelona .

A 9ine, por meio de Ronaldo, já foi responsável pelo último contrato de patrocínio do Flamengo, no Brasileiro de 2011, quando o clube carioca usou uniforme com a marca da Gillette. O São Paulo, que como o Flamengo iniciou a temporada com o uniforme "limpo" já contatou Roberto Justus, empresário renomado e são-paulino declarado, para ajudar o clube nas negociações.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e o ajude a se manter no topo do ranking 

Leia tudo sobre: corinthianssão pauloflamengopatrocínio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG