Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Empate em Santos faria Grêmio depender apenas de si para chegar ao G4

Time gaúcho terá confrontos diretos contra Botafogo e Atlético-PR para definir vaga na Libertadores. Perigo é vitória brasileira na Copa Sul-Americana

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860172481&_c_=MiGComponente_C

O Grêmio não trabalha com a hipótese de empatar o jogo de sábado, contra o Santos, na Vila Belmiro. O pensamento no Olímpico é obter uma vitória, que levaria o time a 56 pontos, ultrapassando o Botafogo no número de triunfos conquistados. No entanto, até mesmo uma igualdade não deve ser desprezada. Com um ponto diante do time da Baixada, o clube gaúcho não dependerá de mais ninguém para chegar à Libertadores via G4 do Brasileirão.

Empatando com o Santos, o time de Renato Gaúcho iria a 54 pontos. Bastariam três vitórias nos três últimos jogos para que a equipe não dependesse de secação a seus rivais de luta pela Libertadores. Tudo porque o time gaúcho ainda recebe Atlético-PR e Botafogo no Olímpico. Vencendo estas duas partidas, mais o Guarani, o time iria a 63 pontos e 17 vitórias. O time curitibano e o clube carioca chegariam, nesta hipótese, a um máximo de 62 pontos.

Haveria, ainda, uma hipótese de o time não chegar à Libertadores: caso Palmeiras ou Goiás vençam a Copa Sul-Americana. No entanto, o técnico Renato Gaúcho ressalta a importância de que o Grêmio realize seu trabalho, já que não há o que fazer, na prática, para evitar um título brasileiro nesta competição: "Não estou preocupado com isso no momento. O mais importante é o Grêmio não deixar de fazer o seu trabalho", salientou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG