Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Emerson treina e está praticamente liberado para enfrentar o São Paulo

Atacante fará um trabalho à tarde e se nada sentir estará à disposição de Muricy. Deco foi liberado para resolver problemas particulares

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860427080&_c_=MiGComponente_C

A três jogos do fim do Brasileirão, finalmente o técnico Muricy Ramalho deve ter à disposição todos os seus "medalhões" contra o São Paulo, no próximo domingo, às 17h, em Barueri. Recuperado da torção no tornozelo esquerdo, Emerson participou normalmente da atividade física desta manhã e, se nada sentir no treino com bola que será realizado à tarde, estará liberado para jogar.

Clinicamente recuperado há duas semanas, Emerson poderia até ter voltado contra o Goiás, mas sentiu dores leves durante o treino e foi poupado. Como todos no clube apostavam numa vitória diante do penúltimo colocado, a comissão técnica achou melhor não forçar sua volta para tê-lo 100% contra o time paulista.

O Emerson já vinha treinando com o grupo desde a semana passada e só descansou no fim de semana. Ele fez um trabalho forte pela manhã, sentiu um pouquinho, o que é normal, e se nada sentir no treino com bola estará à disposição do Muricy para domingo, afirmou o preparador físico Ronaldo Torres.

Com a volta do atleta praticamente certa, a única dúvida agora é se o atacante começará jogando e se terá condições de aguentar os 90 minutos. Ronaldo Torres  prefere deixar a decisão para Muricy Ramalho, mas acredita que o jogador deva ser titular.

Essa é uma decisão técnica e tática que cabe ao Muricy definir, mas a minha opinião é que nesses casos em que o atleta está voltando ele deve sempre começar jogando. Já o tempo de permanência em campo é relativo e depende do comportamento de cada um individualmente, explicou o preparador físico do Fluminense, que elogiou o retorno de Fred e minimizou o desempenho físico de Deco, que foi liberado da atividade desta manhã para resolver problemas particulares.

Eles voltaram bem. O Fred, inclusive, nos supreendeu pois nossa expectativa é que ele suportasse ficar em campo até os 15 ou 20 minutos do segundo tempo. A partir daí é a superação do jogador que fala mais alto e ele mostrou isso. O Deco também voltou bem. Ele saiu no intervalo por opção do Muricy, mas fisicamente ele não reclamou de nada e suportou bem os 45 minutos, concluiu.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminensefutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG