Atacante do Corinthians não tem pressa para ser titular e diz que com Abel, Flu poderá ir longe no Brasileiro

O atacante Emerson foi um dos principais personagens da vitória do Corinthians contra o Fluminense por 2 a 0 neste domingo. Mas não foi por sua atuação e sim por seu passado no clube carioca. Após ter jogado por quase 30 minutos no segundo tempo, o jogador que deixou o Rio com polêmicas, disse que não guarda mágoas do ex-clube, mas deixou clara sua insatisfação com Fred, atacante que no sábado declarou ao jornal "Lance" que Emerson soltou uma bomba no Fluminense.

Émerson entrou no lugar de Liedson no segundo tempo do jogo
AE
Émerson entrou no lugar de Liedson no segundo tempo do jogo

Siga o iG Corinthians no Twitter

"Tem gente que fala demais, mas eu não guardo mágoa nenhuma do Fluminense. Tenho muitos amigos, a maioria dos jogadores são parceiros ainda e torço pelo sucesso de todos", comentou. "O Abel é um grande treinador e vai colocar o time no eixo, tem um grupo bom e um treinador excepcional que vai recolocar o Fluminense em destaque", disse Emerson, autor do gol do título do Fluminense no Brasileiro de 2010.

Entre para a torcida virtual do seu time e convide seus amigos

Emerson comentou também sobre sua atual situação no Corinthians. Contra o Fluminense, o atacante fez sua segunda partida pelo clube entrando no segundo tempo e aos poucos vai entrando em forma. Contra o Flamengo, há uma semana, ele jogou 15 minutos. Neste domingo, ele entrou aos 20 minutos da segunda etapa. Emerson aprova a cautela com que vem sendo aproveitado.

Siga o FluminenseiG no Twitter e fique sabendo das notícias do Flu em tempo real

"Joguei 25, 30 minutos e existem etapas que não podem ser puladas. Estamos tomando todo cuidado do mundo. O departamento médico junto com a preparação física está fazendo um trabalho muito bonito para que eu volte aos poucos, mas volte bem, sem correr riscos", comentou.

O atacante avalia que para a próxima partida, contra o São Paulo, dia 26, ele já terá condições melhores de ser aproveitado por mais tempo. "São duas semanas para eu intensificar o treinamento e isso vai ser importante, ainda posso prever o que vai acontecer, mas a tendência é que eu jogue um pouquinho mais no próximo jogo, mas sempre com cautela", disse Emerson, que não quer ver o filme de seguidas lesões que marcou sua passagem pelo Fluminense no último ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.