Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Emerson prefere começar no banco de reservas contra o América

Atacante lembra que lesão no tornozelo foi grave e acha mais prudente entrar no decorrer da partida

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Photocamera
Emerson ainda não sabe se será titular contra o América
Como de costume, Muricy Ramalho fez mistério e não deu qualquer pista da equipe do Fluminense que enfrentará o América, nesta quarta-feira, às 19h30, no Engenhão, pela segunda rodada da Taça Rio. O treinador comandou um treino de e finalizações de aproximadamente uma e aprimorou a pontaria dos atacantes nesta terça-feira de carnaval de muito trabalho. De volta ao time contra o Resende, Emerson ainda não sabe se será titular ou não, mas foi sincero e surpreendeu ao afirmar que acha mais prudente começar a partida no banco de reservas.

“Nesse caso não posso escolher. Mas minha opinião é que talvez seja melhor entrar no decorrer da partida. Assim, o treinador tem a opção de me colocar para jogar ou não. Nessas condições, prefiro começar no banco, pois a lesão foi grave e tenho que voltar aos poucos. Mas se ele me perguntar, é claro que eu vou querer jogar sempre”, disse Emerson.

Há três meses sem jogar, o atacante voltou à equipe aos cinco minutos do segundo tempo da partida contra o Resende, no último sábado. Ainda longe do seu ápice físico, Emerson reconhece que ainda não tem condições de atuar os 90 minutos e que ainda sente um incomodo no tornozelo esquerdo.

“Essa dor vai incomodar por mais dois ou três meses até sumir completamente. Tenho que me acostumar com ela. Ainda incomoda um pouquinho, mas dá pra jogar”, explicou o atacante.

Se no ano passado a concorrência já era pesada, com a chegada de Araújo e seu bom desempenho contra o Resende, Sheik sabe que terá de voltar bem para recuperar seu lugar na equipe. No entanto, o atacante vê com bons olhos as muitas opções que o técnico Muricy tem à sua disposição.

“É bom para o time. Individualmente cada um tem que crescer, estar se superando todos os dias e em todos os jogos. Todo mundo ganha com isso, principalmente, o Muricy”, afirmou.

Embora o adversário do Fluminense no próximo domingo seja o Flamengo, Emerson só quer pensar no América por enquanto. No entanto, o jogador se mostrou tranqüilo a fala do confronto contra o ex-clube.

“Primeiro temos que pensar no jogo de amanhã. Independentemente de ter jogado lá ou não, é um clássico, um jogo de muita rivalidade e só vai faltar o Maracanã. É sempre bom jogar uma partida dessa, mas vou encarar o jogo como qualquer outro”, finalizou.

Leia tudo sobre: Campeonato Carioca 2011FluminenseEmerson

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG