Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Emerson explica polêmicas, mas ironiza o Fluminense. "É amor"

Novo atacante do Corinthians comentou polêmicas recentes e diz que ódio de antigo clube é amor

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O atacante Emerson foi apresentado pelo Corinthians na manhã desta terça-feira, mas teve de comentar as polêmicas em que ele se envolveu nos últimos meses quando atuava pelo Fluminense .

Gazeta Press
O atacante Emerson foi apresentado nesta terça-feira como jogador do Corinthians

O novo reforço corintiano tentou se esquivar, mas não conseguiu fugir das perguntas sobre, entre outros assuntos, o “bonde do Mengão” e a arruaça que protagonizou em um hotel durante a Libertadores.

Segundo o jogador, tudo é passado e agora só pensa no Corinthians. Ele até brincou com a torcida do Fluminense, que o tem como Judas desde que cantou uma música do rival Flamengo no ônibus do time, antes de uma partida importante da Libertadores.

Siga o Twitter do Fluminense no iG Esporte

“Na verdade, sobre o bonde (do Mengão), eu cantei um trecho da musica, é um hit, é um funk carioca que a galera toda gosta, não teve nada especial. É uma coisa que não deveria ter tanta repercussão, tinha várias pessoas cantando também. Eu quero falar do Corinthians, Fluminense, Flamengo e Rio de Janeiro ficaram para trás”, disse o jogador.

Emerson viu ser nome entrar na lista dos assuntos mais comentados no Twitter por conta das recentes declarações polêmicas que deu no Rio. Ele disse que daria cambalhotas caso viesse a marcar um gol no Fluminense . A torcida do Fluminense não perdoa o jogador e nutre hoje um certo ódio do atleta que marcou o gol do título brasileiro em 2010. Segundo Emerson, contudo, esse ódio é amor.

Siga o Twitter do Corinthians no iG Esporte

“Não é ódio, é amor. Tem pessoas que têm dificuldade de dizer que ama alguém. Eles não sabem se expressar, mas isso é amor”, ironizou o corintiano que prevê estar em campo em até três semanas. Por coincidência, sua estreia pode acontecer contra o Fluminense , na quarta-rodada, dia 12 de junho, no Pacaembu.

Emerson falou também sobre outro incidente durante sua passagem no Fluminense. Na primeira fase da Libertadores, quando o Fluminense enfrentou o Nacional, em Montevidéu, ele e outros jogadores protagonizaram uma arruaça no hotel da delegação que acabou danificando a porta do quarto onde Emerson estava hospedado. Segundo ele, tudo foi uma brincadeira entre amigos.

“Foi uma brincadeira, para descontrair. Não existe idade pra ser alegre. Ninguém quebrou o quarto do hotel, só uma porta ficou arranhada, nada mais e todos nós, uns 12 jogadores, pagamos o conserto”, comentou.

Leia tudo sobre: corinthiansfluminensebrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG