Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Emergente do futebol gaúcho traça planos para chegar à Série B

Cerâmica Atlético Clube estreará no Gauchão, se prepara para a Série D, mas faz plano de jogar 2ª divisão

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Divulgação/AI Cerâmica
Cerâmica é o novo integrante da elite gaúcha
O Cerâmica Atlético Clube, de Gravataí-RS, na região metropolitana de Porto Alegre, será a novidade no Campeonato Gaúcho de 2012. O clube, que se profissionalizou há apenas quatro anos, disputará pela primeira vez a elite estadual.

A vaga veio após boa campanha na Segundona Gaúcha. O Cerâmica desbancou clubes de bem mais tradição e projeção e ficou com o vice-campeonato da competição. A classificação foi assegurada com uma rodada de antecedência. O time só não ficou com o título porque empatou na última rodada, quando já estava classificado. O Avenida, de Santa Cruz do Sul, levantou a taça.

“Iniciamos um planejamento em 2003. Estudamos todas as etapas que eram necessárias pra profissionalizar o time. Fizemos isso em 2007 e já projetávamos a ascensão para a elite gaúcha, tornando o Cerâmica conhecido não só no estado, mas também no resto do país. Felizmente isso deu certo”, comenta Décio Becker, presidente do Cerâmica.

Quero ser grande:
A ambição é grande dentro e fora de campo. O estádio Vieirão será reformado, receberá cobertura, iluminação, cabines de imprensa e novas arquibancadas. Tudo deve estar pronto antes do estadual do próximo ano.

Antes disso, o clube busca projeção nacional. O Cerâmica está na Série D do Brasileirão. A vaga foi conquistada em 2010, quando o time perdeu a decisão da Copa Federação Gaúcha de Futebol para o Internacional.

“Tentaremos um acesso pra Série C. Temos um planejamento de estar na Série B nacional até o ano de 2020, além de permanecer na elite do futebol gaúcho. Queremos figurar entre os quatro ou cinco principais clubes do estado”, projeta Becker.

A Série D do Brasileirão começa na próxima semana. O Cerâmica está no grupo 7, junto com Cene-MS, Mirassol-SP, Oeste-SP e Operário-PR. Os dois primeiros passam para a fase de mata-mata. Os quatro semifinalistas subirão para a Série C.

Divulgação/AI Cerâmica
O Esportivo (de uniforme branco) foi um dos clubes superados pelo Cerâmica

A General Motors, montadora de automóveis que tem fábrica em Gravataí, é a grande parceira do clube. A ideia é ampliar o contrato para que o Cerâmica siga em ascensão nos próximos anos.

“Não queremos fazer turismo na primeira divisão”, finalizou o presidente.

Avenida campeão:
O Esporte Clube Avenida conseguiu levar o título da Segundona Gaúcha na última rodada. Os dois times fizeram 11 pontos no quadrangular final, mas o Cerâmica foi superado no saldo de gols. O clube de Santa Cruz do Sul não é um desconhecido no cenário estadual, pois estava na primeira divisão até o ano passado. O clube não disputará nehuma competição oficial no segundo semestre. A reapresentação acontecerá em novembro, projetando o Gauchão do ano que vem.

Divulgação/AI Cerâmica
O Esportivo (de uniforme branco) foi um dos clubes superados pelo Cerâmica
Clubes tradicionais fracassam:
O Guarany de Bagé é o único clube, com exceção para a dupla Gre-Nal, que tem mais de um título estadual do Rio Grande do Sul. Foram duas conquistas: em 1920 e 1938. O clube vive uma das suas piores fases. Acabou rebaixado para a terceira divisão estadual.

O Bagé, adversário da cidade, também foi pelo mesmo caminho. Foi outro rebaixado para a Terceirona. O clube foi campeão estadual em 1925.

Brasil de Pelotas e Farroupilha, ambos de Pelotas-RS; e Rio Grande e São Paulo, ambos de Rio Grande-RS foram os outros clubes que já foram campeões estaduais, mas que fracassaram na atual edição da Segundona. Não foram rebaixados, mas passaram longe do acesso.

O Glória, de Vacaria-RS, que foi terceiro colocado do Gauchão em 2004 e 2005, foi outro que ficou pelo caminho, assim como o Esportivo, de Bento Gonçalves-RS, que não conseguiu se recuperar do rebaixamento do ano passado. O clube da serra gaúcha ficará fora da elite pela terceira vez nos últimos 43 anos.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG