Na semana passada, porém, a escalação de Jadson foi omitida. Treino desta terça-feira teve jogadas de escanteio e falta

Mano Menezes trabalhou com acesso fechado para a imprensa na primeira parte do treinamento desta terça-feira à tarde, em Los Cardales (a 60 km de Buenos Aires), mas segundo informação da assessoria de imprensa, Maicon e Robinho estavam o tempo todo entre os titulares nas jogadas de escanteio e falta nos lugares de Daniel Alves e Jadson. A seleção brasileira enfrenta nesta quarta-feira o Equador, 21h45 (em Córdoba), e um empate garante vaga para as quartas de final. Mano fez esse teste também no coletivo de segunda-feira.

Resta saber se desta vez não há omissões, já que antes do jogo contra o Paraguai, no sábado, a assessoria havia confirmado duas alterações na equipe, Elano e Lucas, mas quem apareceu no time titular foi Jadson, a grande surpresa. Segundo Rodrigo Paiva, diretor de comunicação, a possibilidade do meia do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, não foi avisada porque ele treinara por poucos minutos.

A entrada de Maicon serviria para dar maior poder ofensivo pela direita. Já a volta de Robinho causa estranheza, porque o treinador elogiou Jadson depois do jogo contra os paraguaios por ter auxiliado Paulo Henrique Ganso na armação e também ter se aproximado dos atacantes Neymar e Alexandre Pato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.