Volante pode ser o primeiro jogador a deixar o Santos antes da disputa do Mundial de Clubes da Fifa

Futura Press
Danilo jogou todas as partidas da Libertadores
Apesar do assédio dos clubes europeus para contratar o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Neymar , a primeira perda do Santos para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa em dezembro, no Japão, pode ser o volante Danilo , um dos atletas mais importantes da campanha santista na Libertadores. O volante, que fala em tom de despedida, confirmou que negocia com o Benfica, de Portugal, e aguarda uma reunião com o Santos para definir seu futuro.

O iG revelou com exclusividade há dois meses o início das negociações entre o clube português e a DIS , braço esportivo do grupo Sonda, que gerencia a carreira do jogador. A transferência só não foi concluída na época devido a disputa da Libertadores, já que o atleta estava focada na competição.

“Pedimos para esperar a Libertadores, queria esse titulo importante, nesses dias vamos resolver, vou deixar o pessoal da DIS ver o melhor pra todos. Tem pessoas encarregadas de resolver essa situação pra mim, estou conversando, quando surgir algo bom pra todas as partes: Santos eu e quem cuida da minha carreira, nãos vejo empecilho, será com tranquilidade, sem entrar em conflito, e vamos resolver da melhor forma”, afirmou Danilo.

Convocado para disputar o Mundial sub 20, Danilo não descarta a possibilidade de não voltar ao Santos após a disputa da competição. No entanto, o atleta sonha em ficar para o Mundial no Japão, e se apresentar ao clube português apenas em janeiro de 2012. “Seria uma boa, mas não sei, estamos conversando, não quero me envolver”, disse o volante.

Danilo tem os direitos econômicos divididos entre Santos, DIS e América-MG. 25% pertencem ao clube mineiro, enquanto os 75% restantes estão divididos em partes iguais entre Santos e DIS. A porcentagem do Santos (37,5%) foi cedida sem custos ao time da Vila Belmiro pela DIS na temporada passada, Danilo tem contrato com o Santos até 2014.

O volante disputou todas as partidas do Santos na Libertadores, e foi o vice-artilheiro da equipe na competição, com quatro gol marcados. O volante, inclusive, marcou um dos gols na decisão contra o Peñarol no Pacaembu.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.