equiilíbrio ao Corinthians - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em quatro jogos, Tite dá equiilíbrio ao Corinthians

Treinador chegou com a missão de fazer o time parar de tomar gols e conseguiu. Foi só um sofrido sob o seu comando

Bruno Winckler, iG São Paulo |

A palavra da moda no Corinthians desde que Tite assumiu a equipe é equilíbrio. Não há entrevista em que o ponderado treinador não cite a importância de se ter um time forte tanto na defesa como no ataque. E para o técnico que dirigiu o time em quatro rodadas este equilíbrio já foi alcançado, mesmo com um período curto de trabalho.

O Corinthians foi um time muito equilibrado nestes últimos dois anos e meio. Sempre fez muitos gols e tomou poucos. Passou por um momento ruim no campeonato, mas a essência de equilíbrio do time não se perdeu no tempo. Meu trabalho foi resgatar a estrutura daquele time, disse Tite.

O treinador recorda sempre do bom time montado por Mano Menezes que atacava com moderação mas com eficiência e se defendia da mesma forma. Tite não admite publicamente, mas o que fez foi diminuir a influência do trabalho de Adilson Batista, adepto de um sistema de muito ataque, para devolver o tal equilíbrio ao time.

O que fiz foi dar a ideia de que o time precisa defender bem e atacar bem. Não tem segredo. O time fez oito gols nesses quatro jogos comigo e mostrou que também pode ser agressiva, criar oportunidades. Se fez oito gols, dentro e fora de casa, é porque fomos bem. Tudo sem abrir mão de ser agressivo e ao mesmo tempo ter uma defesa. Só sofremos um gol até agora, recorda.

Com Tite, o Corinthians venceu Palmeiras (1 a 0), Avaí (4 a 0) e São Paulo (2 a 0) e empatou com o Flamengo (1 a 1), no único jogo em que a defesa foi vazada sob seu comando. Antes da sua chegada, o Corinthians vinha com uma marca de 14 gols sofridos em sete jogos.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG