Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em quatro dias, Ganso quebra jejum de gols e assistências

Pelo Brasileiro Campeonato, meia deu a primeira assistência em 2011, e não marcava um gol desde 2009

Samir Carvalho, iG Santos |

O meia Paulo Henrique Ganso atendeu ao pedido do técnico Muricy Ramalho em relação a sua participação ofensiva no Santos , e viu resultado nas últimas partidas. Em quatro dias e dois jogos, o camisa 10 quebrou o jejum de gols e assistências atuando pelo Campeonato Brasileiro.

Siga o Twitter do iG Santos e receba notícias do time em tempo real

O santista marcou o gol de empate do Santos no clássico diante do São Paulo por 1 a 1 no último domingo, e foi o responsável pela assistência de um dos gols do atacante Borges no empate contra o Internacional por 3 a 3 na última quarta-feira, em Porto Alegre.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Com isso, Ganso encerrou o jejum de gols que durava desde o dia 21 de novembro de 2009, quando o Santos empatou com o Avaí, na Ressacada, pela 37ª rodada da competição. Já a última assistência do meia havia acontecido no dia 30 de maio de 2010, na derrota da equipe santista no clássico contra o Corinthians por 4 a 2, no Pacaembu, pela quinta rodada do Brasileiro.

Muricy Ramalho orientou Ganso a jogar mais perto da área e arriscar mais finalizações. Segundo estatísticas do Footstats, em dez jogos pelo Brasileiro deste ano, Ganso finalizou 19 vezes a gol, média de 1,9 finalizações por jogo. Foram apenas três chutes certos e 16 errados, média de 0,3 acertos e 1,6 erros por partida.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e convide seus amigos

Ganso chegou a perder a posição de titular na seleção brasileira durante a Copa América da Argentina. O meia não marcou nenhum gol na competição, mas deu três assistências para os gols de Neymar, Fred e Jadson na competição.

O desempenho ruim de Paulo Henrique Ganso em relação às assistências preocupa o time da Vila Belmiro. Em 19 jogos, o Santos soma apenas 21 passes a gol. O lateral-direito Pará é o líder da equipe no quesito, com três assistências em 16 jogos, média de 0,2 por partida.

AE
Pela seleção brasileira na Copa América, Ganso não marcou gols, mas deu três assistências na competição


 

Leia tudo sobre: santosgansomuricy ramalhobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG