Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em prol de salário fixo, Ganso retoma negociações com o Santos

iG apurou que o staff do jogador não aceitará o acordo caso o reajuste salarial dependa do marketing

Samir Carvalho, iG Santos |

Samir Carvalho
Ganso pretende receber salário fixo no clube
A diretoria do Santos e o staff do meia Paulo Henrique Ganso retomam as negociações até esta sexta-feira visando a renovação contratual do atleta. Após entrar em rota de colisão com o jogador e seus representantes, o Santos solicitou a reunião para apresentar uma nova proposta ao meia, que inclui o aumento salarial cobrado pelo camisa 10 nesta temporada. Porém, o iG apurou que Ganso pretende receber um salário fixo e não cederá 30% dos direitos da imagem individual, já que detém 100% atualmente.

Sendo assim, o staff do jogador não aceitará o acordo caso o reajuste dependa das receitas de marketing, e descarta a possibilidade de Ganso aceitar um contrato equivalente ao de Neymar, que depende do clube para negociar contratos publicitários.

No caso de Neymar, o atleta recebe cerca de R$ 500 mil mensais, mas 30% dos valores arrecadados em marketing ficam para o clube. A intenção do Santos em obter a mesma porcentagem de Ganso no projeto de carreira oferecido pelo clube na temporada passada foi o principal motivo para emperrar as negociações.

Divulgação
Acordo oferecido não é equivalente ao de Neymar
Isso porque, as propostas não são equivalentes, já que Ganso perderia 30% da imagem, enquanto Neymar ganhou 20% em 2010. Antes de renovar o contrato, os direitos de imagem do camisa 11 eram divididos em 50% para o clube e 50% para o atacante. Entretanto, o Santos cedeu mais 20% da imagem e o jogador ficou com 70%. Desta forma, em todas as ações de marketing de Neymar, o clube arrecada 30%.

Além disso, o projeto de carreira apresentado a Ganso oferecia um aumento salarial de apenas R$ 20 mil, além da intenção do clube em desembolsar R$ 1,5 milhão por 30% dos direitos da imagem individual do jogador, que seriam pagos em 12 prestações. Como recebe R$ 130 mil mensais, Ganso passaria a ganhar 3,3 milhões entre salário e direitos de imagem durante um ano. Porém, após esse período o atleta voltaria a receber R$ 130 mil e teria 30% a menos da imagem.

Desta vez, o Santos acena em fazer uma proposta mais tentadora para fechar o acordo. “Há um momento em que o atleta fica entre duas tendências: uma de ganhar mais e a outra de ficar em um clube onde ele tem um bom ambiente, carinho. Vamos unir as duas tendências para que haja uma solução boa para o Paulo Henrique e para o Santos. Mas falamos para ele que não fazemos loucuras - afirmou o dirigente, em entrevista à rádio Jovem Pan.

O encontro entre o staff de Ganso e a diretoria do Santos acontecerá em São Paulo até esta sexta-feira, e o clube será representado por Fernando Silva, dirigente responsável por quase todas as negociações referentes ao departamento de futebol. A reunião aconteceria na manhã desta quinta-feira, mas foi adiada devido às reuniões entre os dirigentes do clube que discutem a posição do Santos no Clube dos 13.

 

Leia tudo sobre: santospaulo henrique gansoluis alvaro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG