Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em nova virada, Atlético-MG vence e confirma sua vaga na decisão

Agora o time atleticano apenas espera pela confirmação do Cruzeiro para decidir o campeão mineiro de 2011

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Com uma pequena dose de drama, como de costume em jogos do Atlético-MG, a equipe do técnico Dorival Júnior confirmou sua presença na final do Campeonato Mineiro de 2011. Com gols de Magno Alves e Serginho, o Atlético-MG venceu o América-MG por 2 a 1, novamente de virada. Dessa vez com um jogador a menos, já que Richarlyson foi expulso com apenas 30 segundos em campo.

null

O jogo
Apesar da vantagem de poder perder por até dois gols de diferença, o Atlético-MG começou em cima e não dava espaços ao América-MG, que veio com uma escalação diferente, com Eliandro ao lado de Fábio Júnior no ataque. O primeiro chute a gol, porém, foi só aos seis minutos, quando Mancini arriscou de fora da área, para fácil defesa do goleiro Flávio.

Apesar de jogar com dois centroavantes e dois armadores, o América-MG não conseguia chegar perto do gol de Renan Ribeiro. O Atlético-MG, por sua vez, chegava com mais facilidade e Magno Alves esteve perto de abrir o placar aos 12 minutos, mas a bola desviou na defesa e foi para escanteio. E era o Magnata a principal opção ofensiva do time atleticano, sempre acompanhado de Mancini.

Mancini teve a melhor oportunidade de abrir o marcado, aos 23 minutos, quando recebeu do meia Giovanni, passou pelo zagueiro Gabriel mas chutou em cima do goleiro Flávio. O Atlético-MG seguia pressionando, enquanto o América-MG pouco fazia para quem precisava vencer por pelo menos três gols de diferença.

Nos minutos finais o time americano cresceu e teve duas boas chances, ambas com Eliandro. Na primeira ele cabeceou para boa defesa de Renan Ribeiro. Na segunda ele contou com a saída errada do goleiro do Atlético-MG, mas cabeceou a bola na trave.

AE
Veterano Magno Alves marcou o primeiro do Atlético-MG no triunfo de virada
O segundo tempo começou quente. Richarlyson havia acabado de entrar e foi expulso pelo árbitro Cléber Wellington Abade. O técnico Mauro Fernandes mandou o seu time para cima. Com um jogador a mais em campo, ele chegou a colocar quatro atacantes ao mesmo tempo. A vantagem numérica fez a diferença e o América-MG abriu o placar com Luciano, depois de passe de Sheslon.

Com um jogador a menos e atrás no placar, os mais de 16 mil atleticanos na Arena do Jacaré ficaram apreensivos, no único momento em que pareceu ser possível deixar a classificação escapar. Porém não foi o que ocorreu. Quatro minutos depois de sofrer o primeiro gol o Atlético-MG chegou ao empate. Giovanni fez grande jogada pela ponta direita e passou para Magno Alves, que marcou com categoria.

Não satisfeito com o empate, o Atlético-Mg chegou rapidamente ao segundo gol. Serginho roubou a bola e puxou o contra-ataque. O volante tabelou com Magno Alves antes de entrar na área e marcar o gol do triunfo. Foi o segundo de Serginho nas duas partidas contra o América-MG.Com o resultado feito, o Atlético-MG passou a tocar a bola e esperar o final da partida. Já o América-MG lutou, mas ficou nisso. Mais um ano fora da final do estadual, a última vez foi em 2001.

Veja imagens do jogo em Sete Lagoas:



FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-MG 2 X 1 AMÉRICA

Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG
Data: 30 de abril de 2011, sábado
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Renda: R$ 79.142,50
Público: 16.132 pagantes
Árbitro: Cléber Wellington Abade (SP)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Thiago Gomes Brígido (CE)
Cartões Amarelos: Renan Oliveira e Neto Berola (CAM); Camilo, Moisés e Irênio (AME)
Cartão Vermelho: Richarlyson (CAM)

GOLS:
ATLÉTICO-MG: Magno Alves, aos 19 e Serginho, aos 21 minutos do segundo tempo
AMÉRICA-MG: Liuciano, aos 15 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Patric, Werley, Réver e Guilherme Santos; Serginho, Fillipe Soutto, Giovanni Augusto e Renan Oliveira (Richarlyson); Mancini (Neto Berola) e Magno Alves (Leleu). Técnico: Dorival Júnior

AMÉRICA-MG: Flávio; Sheslon, Gabriel, Micão e Rodrigo (Daniel Lovinho); Leandro Ferreira, Luís Ricardo (Luciano), Camilo (Moisés) e Irênio; Eliandro e Fábio Júnior. Técnico: Mauro Fernandes 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG