Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em noite inspirada de Fred, Fluminense vence Avaí

Atacante marca duas vezes, afunda o Avaí e ajuda campeão brasileiro a se manter na zona da Libertadores.

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

nullFoi sofrido, mas com dois gols de Fred, em noite inspirada, e um do argentino Martinuccio, o Fluminense venceu o Avaí por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Engenhão, pela 25ª rodada do campeonato Brasileiro, se livrou do fantasma dos clubes que lutam contra o rebaixamento e segue vivo na briga pelo título.

Veja também: A classificação atualizada da Série A

Com os três pontos, o time do técnico Abel Braga chegou aos 40 pontos e se manteve na zona da Libertadores. Já o Avaí segue em situação desesperada. Com apenas 22 pontos, o time catarinense se manteve na penúltima colocação do Brasileirão e cada vez mais perto da Série B.

Entre para a Torcida Virtual do Fluminense ou do Avaí e coloque seu time no topo do ranking

O atual campeão brasileiro volta a campo no próximo sábado, contra o Atlético-PR, às 18h, na Arena da baixada. O Avai, por sua vez, recebe o Grêmio, domingo, às 16, no Estádio da ressacada.

O JOGO
Disposto a se livrar da sina de tropeçar diante dos times que lutam contra o rebaixamento, o Fluminense começou o jogo em cima do Avaí. Depois de assustar numa cabeçada de Leandro Euzébio logo no primeiro ataque, o campeão brasileiro abriu o placar aos quatro minutos. Rafael Sobis lançou Lanzini, o argentino foi à linha de fundo e cruzou para Marquinho chutar rasteiro. Felipe deu rebote e Fred não perdoou.

O gol deu a falsa impressão de que o Fluminense encontraria facilidade para derrotar o penúltimo colocado do campeonato, mas o time catarinense não se abateu e deu o troco três minutos depois. Edinho errou um passe na sápida de bola, Lincoln fez ótima jogada pela esquerda e deu lindo passe de calcanhar para William. O atacante levou a melhor sobre Digão, invadiu a área e tocou sem chance para Diego Cavalieri.

O Fluminense sentiu o golpe e foi ameaçado mais duas vezes com Cleverson, aos 11, num chute de dentro da área que Cavalieri salvou e, aos 21, numa bomba de fora da área de Robinho que o goleiro tricolor só olhou e torceu para a bola não entrar.



Depois dos sustos, o time carioca voltou a ter o controle do jogo. Aos 27, Rafael Sobis recebeu de Marquinho pela esquerda, passou por Arlan e arriscou de muito longe. A bola descaiu e por pouco não engana o goleiro Felipe, que espalmou para escanteio.

Sete minutos depois o Fluminense voltou a assustar. Mariano cobrou lateral para Leandro Euzébio quase no meio-de-campo, o zagueiro avançou e arriscou de fora da área para ótima defesa de Felipe.
O gol parecia questão de tempo, e veio aos 35. Marquinho fez grande jogada, tabelou com Rafael Sobis e tocou para Fred. Inspirado, o atacante tocou com categoria no canto esquerda do goleiro do time catarinense, chegou ao sétimo gol no campeonato e ao 19ª na temporada, se igualando a Rafael Moura.

Assim como terminou o primeiro tempo, o Fluminense voltou do intervalo pressionando o Avaí e, aos dois minutos, Marquinho quase ampliou. O apoiador recebeu pela esquerda, arriscou de longe e acertou a trave de Felipe.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba notícias do time em tempo real

A pressão era grande e cinco minutos depois o campeão brasileiro desperdiçou outra oportunidade. Marquinho arrancou do próprio campo e tocou para Rafael Sobis. O atacante soltou a bomba e Felipe defendeu. No rebote, Sobis retribuiu a gentileza e tocou para Marquinho, mas o goleiro do Avaí saiu nos pés do apoiador e evitou o gol.

O Avaí pouco incomodava, mas numa cobrança de escanteio pela direita quase empatou. Lincolm cobrou com perfeição na cabeça de Dirceu, que acertou o travessão de Diego Cavalieri.

O Fluminense continuava melhor, mas abusava de perder gols. Aos 25, Carlinhos puxou um contra-ataque e tocou para Rafael Sobis. O atacante, um dos melhores da partida, deixou Lanzini na cara do gol, mas o argentino chutou para fora. O lance foi o último de Lanzini e Rafael Sobis, que, exaustos, foram substituídos por Deco e Martinucio, respectivamente.

Mas, aos 31, o sofrimento da torcida tricolor. Mariano recebeu passe primoroso de Deco, avançou pela direita e cruzou rasteiro para Martinuccio só tocar para o gol.

FICHA TÉCNICA – FLUMINENSE 3 x 1 AVAÍ
Local: Engenhão (RJ)
Data: 21 de setembro de 2011, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Fabrício Neves Correa (RS)
Assistentes: Tatiana Jacques de Freitas (RS) e Alexandre A.P. Kleiniche (RS)
Renda: R$ 144.142.50
Público Pagante: 6.689 (Presente: 8.845)
Cartão amarelo: Bruno (AVA), Carlinhos (FLU), Leandro Euzébio (FLU), Edinho (FLU), Batista (AVA)
Gols:
FLUMINENSE: Fred, aos 4 e aos 35 do primeiro tempo, e Martinuccio, aos 31 do segundo tempo
AVAÍ: William, aos 8 do primeiro tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diogo, Marquinho (Souza) e Lanzini (Deco); Rafael Sobis e Fred.
Técnico: Abel Braga

AVAÍ: Felipe; Arlan, Dirceu, Gian e Romano (Estrada); Bruno (Fabiano), Batista, Cleverson (Maurício Alves) e Lincolm; Robinho e William.
Técnico: Toninho Cecílio
 

Leia tudo sobre: FluminenseAvaíBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG