Tamanho do texto

Equipe do sul da Itália chegou aos 10 pontos. Com oito, Juventus e Udinese jogam neste domingo

selo

O Napoli mostrou neste sábado que tem reais condições de conquistar o título do Campeonato Italiano - fato que não acontece desde o início dos anos 90, quando ainda tinha o craque argentino Diego Maradona no elenco. Cerca de 15 dias depois de derrotar em casa o Milan com três gols do centroavante uruguaio Cavani, o time napolitano derrotou como visitante a Internazionale por 3 a 0, no estádio Giuseppe Meazza, pela sexta rodada - a primeira foi adiada por causa de uma greve dos jogadores.

Campagnaro comemora o primeiro gol do Napoli na partida deste sábado
AP
Campagnaro comemora o primeiro gol do Napoli na partida deste sábado

Com o resultado positivo em Milão, o primeiro na capital da região da Lombardia desde 1994, o Napoli assume a liderança, mesmo que provisória, da competição. Agora com 10 pontos em cinco jogos, ultrapassou três times que estão com oito: Juventus, Udinese e Roma - os dois primeiros jogam neste domingo contra Milan e Bologna como mandantes, respectivamente.

Já a Internazionale, amargando um péssimo início de temporada, teve a primeira derrota sob o comando do técnico Claudio Ranieri. Contratado há 10 dias para o lugar de Gian Piero Gasperini, que teve apenas um empate e sofreu quatro derrotas antes de ser demitido, o novo treinador vinha de duas vitórias seguidas - uma pelo Italiano e outra pela Liga dos Campeões da Europa. Com quatro pontos, o time de Milão está em 16.º lugar e pode até entrar na zona de rebaixamento ao final da rodada

Em campo, o Napoli atuou da forma que gosta - fechado na defesa e apostando nos contra-ataques. Depois de sofrer uma pressão inicial, o time napolitano equilibrou as ações na metade do primeiro tempo e passou a ter mais posse de bola. 

Aos 41 minutos, em um lance controverso, começou a ganhar a partida. O volante Obi fez falta em Maggio fora da área, muito perto da linha, mas o árbitro marcou o pênalti e expulsou o jogador da Internazionale. Na cobrança, o goleiro brasileiro Julio Cesar espalmou para frente o chute do eslovaco Hamsik, mas o rebote caiu nos pés do zagueiro Campagnaro, que chutou forte no canto esquerdo para abrir o placar.

Na segunda etapa, depois de muito reclamar da arbitragem no intervalo, a Internazionale buscou o empate, mas de forma desordenada. Com espaços para os contragolpes, o Napoli conseguiu fazer mais dois gols. Aos 12 minutos, após uma falha do japonês Nagatomo, Maggio chutou na saída de Julio Cesar para fazer 2 a 0. E, aos 30, Hamsik recebeu um ótimo passe do argentino Lavezzi e fechou o placar tocando sem chances para o goleiro brasileiro.

Imagens deste sábado pelo futebol da Europa:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.