Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em meio a tensão, Marcos Paquetá convoca seleção da Líbia

Com o país em crise devido às manifestações contra o ditador Muammar Kadhafi, seleção enfrentará Comoros

Gazeta |

O técnico da Líbia, Marcos Paquetá, convocou nesta sexta-feira o time que enfrentará a seleção de Comoros em jogo pela Copa das Nações Africanas. O chamado foi realizado com um dia de atraso, pois o treinador não conseguiu entrar em contato com os dirigentes líbios na quinta-feira, devido ao clima tenso em que o país se encontra.

A Líbia enfrenta uma situação de instabilidade devido às manifestações populares contra o ditador Muammar Kadhafi, que está no comando do país há quase 42 anos. Os conflitos já resultaram na morte de cerca de 640 pessoas, segundo dados da ONG Federação Internacional de Direitos Humanos.

Kadhafi declarou que só saíra do Governo morto, "como um mártir". Os EUA disponibilizarão aviões militares para resgatar os estrangeiros que tentam sair do país. Segundo o presidente Barack Obama, "As aspirações do povo líbio por liberdade, democracia e dignidade devem ser atendidas".

Paquetá pretende realizar a preparação da seleção, para o jogo do dia 25 de março, em Portugal. "Consegui contato com os dirigentes na manhã desta sexta-feira e passei a lista dos convocados. Sugeri que a preparação fosse realizada fora do país e a ideia foi muito bem aceita. Acho que Portugal seria um bom lugar, já que temos um jogador da seleção que atua no país e há uma boa estrutura para treinamentos.", declarou o técnico.

A realização do jogo contra Comoros segue marcada para Trípoli, capital da Líbia. Não houve nenhuma alteração na programação. A Líbia lidera o grupo 3 das Eliminatórias da Copa das Nações Africanas, com quatro pontos em dois jogos. Marcos Paquetá segue invicto, com duas vitórias e um empate no total.

Leia tudo sobre: futebol mundiallíbia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG