Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em meio à pressão, Santos confirma volta de Ganso contra o Colo Colo

Meia terminou a recuperação da cirurgia no joelho e deve jogar no mínimo 45 minutos no Chile

Samir Carvalho, iG Santos |

Divulgação
O meia Paulo Henrique Ganso está pronto para voltar aos jogos
Após o empate por 1 a 1 com gosto de derrota diante do Cerro Porteño na última quarta-feira, na Vila Belmiro, pela segunda rodada da Copa Libertadores da América, o Santos tratou de acalmar a torcida santista com uma boa notícia. Isso porque, o clube confirmou nesta quinta-feira o retorno de Paulo Henrique Ganso para o duelo contra o Colo Colo no dia 16 de março, pela terceira rodada da Copa Libertadores da América. 

O médico do Santos, Rodrigo Zogaib, acredita que o atleta poderá atuar 45 minutos do jogo contra os chilenos, mas não descartou a possibilidade do camisa 10 atuar os 90 minutos.

“Me pediram para comunicar o desfecho do tratamento do Ganso. Ele está se readaptando ao treino coletivo, atividades corriqueiras do futebol. A previsão de volta é no jogo do Chile, e se vai jogar toda a partida, ou não, depende um pouco”, disse Rodrigo Zogaib.

O camisa 10, que está recuperado de uma cirurgia no joelho esquerdo realizada há seis meses, terminou o tratamento com o departamento médico do clube e está a disposição do técnico interino Marcelo Martelotte. Os atletas acreditam que o retorno de Ganso ajudará a diminuir a pressão contra os maus resultados da equipe nos últimos jogos.

“Estamos precisando dele neste momento, não podemos fugir dessa realidade. Vai nos ajudar muito pelo posicionamento, o estilo de jogo. Vai ser bom para o Santos”, disse Elano.

O médico que realizou a cirurgia em Ganso, José Roberto Pécora, demonstrou preocupação com o retorno do atleta antes de abril, quando completam oito meses que o jogador realizou a cirurgia no joelho esquerdo.

Samir Carvalho
Zogaib apresenta cronologia do tratamento
“O entendimento é total, temos um relacionamento muito bom com o Pécora, que conversamos periodicamente quase todas as semanas. Estamos juntos. O que acontece é que medicina não é matemática, esse prazo de seis meses é conceitual, depende de uma série de coisas. Um paciente normal o retorno é mais longo do que um atleta”, disse o médico do Santos, Rodrigo Zogaib.

Ganso sofreu uma entorse no joelho esquerdo no segundo tempo da partida contra o Grêmio, na no dia 25 de agosto, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. Na ocasião, o atleta rompeu o ligamento cruzado anterior e sofreu uma lesão parcial do menisco lateral. Já no dia 28 passou por cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Veja a recuperação de Ganso:

25/08/2010
Meia sofreu lesão no joelho esquerdo na vitória por 2 a 1 contra o Grêmio, pelo Brasileirão de 2010.

28/08/2010
Ganso é operado em São Paulo, no Hospital Albert Einstein, pelo médico José Ricardo Pécora.

21/09/2010
Jogador retira os pontos do joelho e passa a andar sem o auxílio de muletas

27/11/2010
Depois de três meses desde a cirurgia, Ganso é liberado para corridas, ainda sem trabalhos com bola

03/01/2011
Ganso inicia a preparação física, trabalho de transição para o retorno já no campo

04/02/2011
Meia é liberado para trabalhos de readaptação, já com bola, mas ainda em separado do grupo.

03/03/2011
Ganso fica à disposição do técnico Marcelo Martelotte.


 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG