Construtora vive em constante debate com conselheiros do clube por mais diversos problemas

Nesta terça-feira, a WTorre iniciou a montagem dos pilares que sustentarão a Arena Palestra. Após a colocação de 500 estacas que serviram como base de fundação, a empresa já conseguiu colocar três pilares nesta terça-feira e ainda precisará colocar mais 400. Elas suportarão as vigas, as lajes e os anéis das cadeiras. A arquibancada de visitante segue à espera da resolução da desocupação do novo vestiário para ser demolida. Especificamente naquela área do estádio do Palmeiras , a obra está atrasada.

Veja também: Palmeiras esquece futebol e vive problemas de condomínio

Blocos de concreto estão prontos para receber pilares de sustentação
Guilherme Tosetto, iG São Paulo
Blocos de concreto estão prontos para receber pilares de sustentação
“O sistema de construção do estádio é inteligente e não linear. Apesar de ainda haver trabalhos de demolição, terraplanagem e de fundações a serem realizados em algumas área, é possível iniciar a instalação de pilares em outros pontos, onde as fundações já estão prontas. Com a instalação dos primeiros pilares, em pouco tempo, quem passar pela Rua Turiassu já verá a estrutura do estádio”, disse por meio de um comunicado oficial o diretor de novos negócios da empresa, Rogério Dezembro.

Placas começam a formar fachada da Nova Arena
Danilo Lavieri, iG São Paulo
Placas começam a formar fachada da Nova Arena
“Até este momento, o torcedor e o sócio do clube quase não consegue ver as feições do novo estádio, pois as atividades estavam concentradas nos trabalhos de demolição, terraplanagem e fundações, além das novas instalações para o clube”, completou Dezembro.

Relembre: Polêmica da sauna pode atrapalhar

Ainda segundo este comunicado, a WTorre já construiu cerca de 20 mil metros quadrados em novas instalações para o clube. O edifício multiuso começou na última semana a ganhar placas que formaram a fachada da estrutura.

Você sabia? Gerente de obras da Arena é parente de mito palestrino

Além da polêmica dos vestiários e também da sauna, o clube ainda vive a polêmica das quadras de tênis. Parte do Conselho ligada à UVB (União Verde e Branco) afirma que estão tentando diminuir o número de quadras por revanche política. A situação se defende dizendo que não há espaço para a construção das quadras, apesar da planta oficial do terreno destinar uma área para a prática do esporte que consagrou Gustavo Kuerten.

Saiba mais: Racha político quase tira o Palmeiras da Copa do Mundo


No comunicado, causou estranheza o fato da WTorre não usar em nenhuma ocasião a palavra Palmeiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.