Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em meio a apagão, Paulo André lança livro e quer novo sobre Libertadores

Zagueiro do Corinthians pede para clubes auxiliarem na formação de jogadores "cidadãos"

Francisco De Laurentiis, iG São Paulo |

O lançamento de "O jogo da minha vida – histórias e reflexões de um atleta", escrito pelo zagueiro corintiano Paulo André , começou atrapalhado. Uma queda de energia provocou falta de luz na livraria em que o jogador distribuiu autógrafos, deixando todos no escuro. Sereno, porém, o jogador não se abateu e atendeu o público com calma. Em entrevista ao iG, Paulo André explica o porquê de ser visto como alguém que foge do estereótipo de jogador de futebol e fala sobre um novo projeto, que pode sair ainda esse ano.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Não acho que seja culpa dos jogadores [o fato de haver poucos atletas que fogem do estereótipo do 'boleiro']. O cara sai de casa cedo, normalmente vem de origem humilde, não tem boa formação e nem instrução pra adquirir novos conhecimentos", diz o zagueiro, que cobra participação dos times na formação de "cidadãos". "Os clubes são responsáveis por criar, ou pelo menos encaminhar, o jovem para a vida adulta. Eles deveriam se responsabilizar mais por essa boa instrução e formação, não só do jogador dentro de campo, mas do cidadão fora dele", afirmou.

REFORÇO: Corinthians faz verdadeira festa chinesa na apresentação de Zizao

Fã do colombiano Gabriel García Márquez, Paulo André diz ainda não ter definido se vai continuar escrevendo após parar de jogar. Mas revela ter um projeto que pode sair no segundo semestre: "Se o livro tiver uma boa aceitação, se eu continuar escrevendo no meu blog [pauloandre-13.blogspot.com], por que não escrever mais? Mas tem que ser livros de bom conteúdo, para que eu possa pelo menos passar uma mensagem legal para quem está lendo. Tomara que eu possa fazer uma segunda edição com um capítulo sobre o título da Libertadores. Primeiro, tomara que a gente ganhe, depois quero escrever sobre isso, quem sabe até um novo livro. Vamos ver..."

MARKETING: Com chinês, Corinthians quer repetir fama internacional de rivais

Francisco De Laurentiis
Paulo André autografa livro para jovem torcedor do Corinthians. Zagueiro quer livro sobre a Libertadores
O jogador, de 28 anos, também diz que o livro foi elogiado pelos colegas de profissão, justamente o público-leitor imaginado para a obra. Compareceram ao lançamento parceiros como o ex-jogador Ronaldo, o lateral Fábio Santos , o zagueiro Leandro Castán e o atacante Adriano - e até o "quase rival" Wesley . "Acredito que muitos jogadores vão ler. Alguns colegas já leram boa parte do livro durante a construção. Gostaria que eles se encontrassem ali dentro, pois tenho certeza que todos, ou pelo menos a maioria, vivenciaram histórias parecidas", disse. "Ninguém falou que gostaria de escrever um livro, mas disseram que o projeto era legal", completou.

VOLTAS: Zizao treina com colegas e vê retorno de Sheik e Jorge Henrique

Segundo Paulo André, "'O jogo da minha vida – histórias e reflexões de um atleta' conta histórias que relatam como é a vida de uma pessoa comum que parte em busca dos seus sonhos e encara cada estágio da vida de um atleta. Nele, conto os sofrimentos e carências do tempo de amador, as dúvidas de um recém-profissional e os anseios de um boleiro experiente". A obra já pode ser encontrada nas livrarias, com preço sugerido de R$ 39.

Ajude o Corinthians a aumentar sua torcida virtual

Leia tudo sobre: CorinthiansPaulo André

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG