Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em lançamento de camisa retrô, Túlio Maravilha promete voltar ao Botafogo em 2012

Atacante foi a atração do treinamento deste sábado, em General Severiano. Foi homenageado, falou sobre o passado e afirmou que quer marcar o gol 1000 no Campeonato Carioca

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859955857&_c_=MiGComponente_C

O treinamento do Botafogo neste sábado, em General Severiano, foi aberto exclusivamente para sócios e para a imprensa. Mesmo assim, as arquibancadas estavam cheias para prestigiar um antigo ídolo do clube. Túlio Maravilha esteve na sede da equipe carioca para lançar uma camisa em sua homenagem, modelo inspirado no uniforme do Campeonato Brasileiro de 1995. O atacante falou com funcionários, distribuiu autógrafos e revelou os planos para o futuro.

"Muitos torcedores pediram para eu voltar agora, mas na verdade meu projeto é outro. Eu tenho o planejamento de voltar para o Campeonato Carioca em 2012, perto do milésimo gol. Quando estiverem faltando cinco gols para o milésimo eu volto, isso se a diretoria quiser. Cinco eu já estou achando muito. Quando chegar no 999, ninguém vai querer tomar um gol meu", declarou o artilheiro do campeonato de 1995.

Renan Rodrigues
Túlio Maravilha distribui autógrafos para os torcedores do Botafogo em General Severiano


O atacante também revelou que já ensaiou a jogada para seu 'gol 1000' com os jogadores do atual elenco e tem até um plano B para uma cobrança de pênalti. "Já combinei tudinho. Vai ser um cruzamento do Alessandro, o Loco Abreu irá escorar e eu só vou tirar do goleiro, que é para não ter muito trabalho. Eles já estão sabendo da jogada. Se for de pênalti, será com 'cavadinha', para ficar diferente do Pelé e do Romário. O Loco me ensinou", disse Túlio.

Túlio também falou sobre o passado e declarou o arrependimento por ter trocado o Botafogo pelo Corinthians, em 1997. "Sempre falo que se arrependimento matasse eu não teria saído do Botafogo em 1997. Era aqui que queria ser o maior artilheiro da história do clube, conquistado muito mais títulos. Acho que o grande erro da minha carreira foi minha inconstância de trocar muito de clube. Mas como ninguém tem bola de cristal, foi feita a vontade de Deus e sei que minha história está marcada aqui", disse o ex-camisa 7 do Botafogo.

Sobre o momento atual do Botafogo, Túlio garante que acredita na conquista da última vaga para a Copa Libertadores de 2011, apesar da equipe não depender mais de si. "Eu, botafoguense nato e supersticioso, estou vendo a chance de lá no Olímpico a gente conseguir uma vitória heroica e a tão sonhada classificação para a Copa Libertadores", revelou o atacante, que promete torcer para uma derrota do Goiás na final da Copa Sul-Americana, necessária para uma possível classificação do Botafogo.

"Politicamente falando, eu sou de Goiás, comecei lá, mas meu coração é do Botafogo. Foi onde eu me projetei. Se não fosse o Botafogo, eu não seria essa maravilha que sou hoje, então, que me desculpem os esmeraldinos, mas o Botafogo é quem vai para a Libertadores", finalizou o atacante. A camisa comemorativa de Túlio começará a ser vendida no dia 11 de dezembro, por R$119,90, e faz parte de uma parceria com o clube. Vários produtos com a marca do atacante serão lançados, inclusive uma linha para crianças.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato brasileiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG