Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em jogo-treino nervoso, Grêmio perde para o Avaí

Marquinhos, ex-Santos, fez o gol do trabalho que teve dois jogadores expulsos

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Hector Werlang
Douglas (E) participou da atividade contra o Avaí
Era para ser um teste, uma oportunidade para corrigir erros e aprimorar jogadas, porém, o encontro entre Grêmio e Avaí teve todos os ingredientes do lado negativo de uma decisão de campeonato: faltas duras, provocações e até expulsões. Com a bola rolando, o time de Renato Gaúcho apresentou os mesmo problemas da estreia no Gauchão. Resultado: perdeu por 1 a 0.

Sem os machucados Victor, Lúcio e Borges e com Marcelo Grohe, Adilson e Vilson, reforçando o time de reservas que enfrenta o Ypiranga, quarta-feira, Renato escalou o que tinha de melhor: Busatto; Gabriel, Paulão, Rafael Marques e Gilson; Fábio Rochemback, Guilherme, Vinícius Pacheco e Douglas; Jonas e André Lima.

O jogo-treino praticamente começou com o gol do Avaí. Após boa trama pela esquerda, Marquinhos, ex-Santos, apareceu livre na cara de Busatto. Bateu seco, rasteiro, e fez o único gol da atividade. Eram cinco muitos – cada tempo teve 30, conforme combinação das comissões técnicas de ambos os clubes.

Aquela altura, o Grêmio tinha dificuldades de armação das jogadas. Vinícius Pacheco não conseguiu auxiliar Douglas. Guilherme, um volante da base, tampouco teve sucesso na tarefa de ajudar Rochemback a marcar. Então, especialmente pelas costas de Gilson, o Avaí levou perigo.

No começo do segundo tempo, Rochemback e William, aquele centroavante ex-Grêmio, se desentenderam. Foram expulsos, porém, puderam ser substituídos. O atacante saiu mandando os cerca de mil gremistas se calarem.

Paulão, no fim do trabalho, perdeu boa chance de cabeça. Dentro da pequena área, aparou cruzamento para fora.

Leia tudo sobre: GrêmioAvaí

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG