Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em jogo ruim, Cruzeiro surpreende e vence Inter no Gauchão

Equipe de Porto Alegre, que voltou à primeira divisão do Estadual depois de 32 anos, ganhou com gol de zagueiro Léo

iG Porto Alegre |

Foram 32 anos de ausência na primeira divisão do Gauchão. O regresso à elite, porém, valeu a pena. Ao vencer o Internacional por 1 a 0, na estreia das duas equipes no estadual, o Cruzeiro fez história, neste domingo, em Canoas.

O zagueiro Leo, principal personagem do surpreendente resultado, fez o gol do jogo. Agora, o time B do Inter tentará a recuperação contra o Porto Alegre, quarta-feira, no Beira-Rio. Na quinta, o Cruzeiro desafia o São José.

O jogo

Foi um jogo com pouca emoção, especialmente no primeiro tempo. Sob um calor com temperatura superior aos 35ºC, as duas equipes estiveram lentas e pouco inspiradas. Chegou a dar sono.

Nem parecia que o tempo de preparação foi grande. O Cruzeiro começou em 30 de novembro de 2010 e a gurizada do Inter, que substituiu os titulares em férias, em 16 de dezembro.

O Cruzeiro até tentou tomar a iniciativa. Porém, a maior posse de bola não se transformou em oportunidades de gol. O Inter, que atuou no clássico 4-4-2 (o time principal joga no 4-2-3-1), só atacava na base de jogadas individuais.

Vipcomm
Cruzeiro surpreendeu o Internacional na estreia no Campeonato Gaúcho

Numa delas, aos sete minutos, após troca de passes entre Juliano e Talles Cunha, Marquinhos chutou em cima do goleiro Fábio. Guto, no rebote, tentou sem sucesso uma bicicleta. A melhor oportunidade do Cruzeiro veio aos 14, em chute de fora da área de Alberto. Aos 26, Talles Cunha quase marcou depois de tabelar com Guto. E foi só no primeiro tempo.

“A estreia nos deixou um pouco nervosos. Temos de ter calma e jogar”, diagnosticou o técnico Enderson Moreira.

Quem seguiu esta orientação, curiosamente, foi o Cruzeiro. Com um toque de bola envolvente, abriu o placar logo aos cinco minutos do segundo tempo. O zagueiro Leo foi à frente, tabelou com Diego Torre, quase sem ângulo, bateu cruzado. Surpreendido, Muriel não defendeu: 1 a 0 Cruzeiro.

Depois do gol, o panorama foi o mesmo do primeiro tempo. Com uma agravante: as equipes cansaram. Então, o Inter abusou da ligação direta entre defesa e ataque, com chutões, e o Cruzeiro administrou o resultado.

Só no fim do jogo o Inter ameaçou com duas bolas na trave: Wagner Libano, ao 36, e Ricardo Goulart, aos 39. Foi pouco para empatar.

FICHA TÉCNICA – CRUZEIRO 1 X 0 INTERNACIONAL

Local: Complexo Esportivo da Ulbra, em Canoas (RS)
Data: 16 de janeiro, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva
Assistentes: Altemir Hausmann e Renata Schaefer
Renda: R$ 15.160
Público: 842 (657 pagantes)
Cartões amarelos: Junior (Cruzeiro) e Juliano, Augusto (Internacional).

GOL: Cruzeiro: Léo, aos cinco minutos do segundo tempo.

CRUZEIRO: Fábio; Cláudio (Marcio Lima), Léo, Paulo Paraíba e Tinga; Alberto (João Pedro), Leo Maringá (Junior), Everton Faísca e Diego Torres; Jô e Adriano. Técnico: Armando Desessards.

INTERNACIONAL: Muriel; Daniel, Rodrigo Moledo, Ronaldo Alves e Massari; Juliano (Ricardo Goulart), Augusto (Wagner Libano), Elton e Marquinhos; Talles Cunha (Lucas) e Guto. Técnico: Enderson Moreira.

Leia tudo sobre: InternacionalCampeonato Gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG