Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em jogo eletrizante, ASA marca 2 a 1 no Vila Nova

O fim da invencibilidade de três rodadas mantém o Vila Nova com 42 pontos, apenas dois à frente Brasiliense, primeiro integrante da zona da degola

Gazeta Esportiva |

O Vila Nova perdeu uma preciosa chance de se afastar da zona de rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, o representante de Goiânia pecou pela falta de qualidade no ataque e caiu diante do ASA por 2 a 1, no estádio Coaracy Fonseca, em Arapiraca.

O fim da invencibilidade de três rodadas mantém o Vila Nova com 42 pontos, apenas dois à frente Brasiliense, primeiro integrante da zona da degola. Já o ASA soma 48 e, como também não briga pelo acesso, irá cumprir tabela até o fim do torneio nacional.

O ASA teve o domínio durante a maioria do jogo em Arapiraca e abriu o placar no começo do segundo tempo, através de Marcos Tamandaré. No fim, o Vila Nova chegou a empatar com Gil, porém acabou castigado pelo tento de Didira, aos 47 minutos da etapa final.

Na próxima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, todas as partidas serão disputadas na terça-feira à noite. O Vila Nova joga no Serra Dourada contra o Sport, enquanto o ASA estará no interior paulista para medir forças com o Guaratinguetá.

O Jogo
Inflamado por sua torcida, o ASA apostou em uma correria nos minutos iniciais e deu trabalho. Preso ao campo defensivo, o Vila Nova se restringia a marcar, já que não havia força para o contra-ataque.

Em jogadas pelas pontas, o ASA teve suas melhores chances. Após escanteio da direita, o zagueiro Plínio cabeceou sem marcação, contudo não pegou em cheio na bola, que foi por cima. Já pouco antes do intervalo, Ciel completou cruzamento pela direita e também errou o arremate.

Para o segundo tempo, o técnico Ademir Fonseca promoveu a entrada de Pardalzinho. "Queremos incomodar um pouco a defesa do nosso adversário, vamos ver se vai dar certo", disse o treinador.

O Vila Nova deu a impressão que teria uma nova postura em campo. Aos quatro minutos, Pardalzinho chegou a acertar a trave. Mas o fôlego dos visitantes não durou muito.

Mais objetivo, o ASA abriu o placar aos 15 minutos. Em jogada pelo lado direito, Luiz Mário foi travado na hora do arremate, porém Marcos Tamandaré pegou a sobra e tocou no canto direito do goleiro Max.

No fim, a partida ficou eletrizante. Aos 41 minutos, o Vila Nova conseguiu o empate quando a torcida alagoana já dava a vitória como certa. Gil aproveitou passe de Pardalzinho e balançou as redes. Mas nos acréscimos, o ASA definiu a vitória com uma bomba de Didira de fora da área: 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
ASA-AL 2 x 1 VILA NOVA


Local: Estádio Coaracy Fonseca, em Arapiraca (AL)
Data: 6 de novembro de 2010, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido (BA)
Assistentes: Adson Márcio Lopes Garrido e Raimundo Carneiro de Oliveira (ambos da BA)
Gols:
ASA: Marcos Tamandaré, aos 15, Didira, aos 47 minutos do segundo tempo
VILA NOVA: Max Pardalzinho, aos 41 minutos do segundo tempo.

ASA: Jorge Miguel; Plínio, Edson Veneno e Jonas; Marcos Tamandaré, Cal, Audálio, Didira e Magal; Luis Mário (Anderson) e Ciel
Técnico: Vica

VILA NOVA: Max; Júnior, Mímica e Éder Lima; Ivan, Adilson, Éberson (Gil), Davi Ceará (Thiago Fernandes) e Jorge Henrique; Roni e Allan (Max Pardalzinho).
Técnico: Ademir Fonseca

Leia tudo sobre: asasérie bvila nova

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG