Meia Andrezinho voltou ao time após mais de dois meses e, junto com Damião, comandou a vitória de 3 a 1

nullNada melhor do que uma vitória para dar um chute na crise. Foi o que o Inter fez na noite desta quinta-feira. A atuação diante do Avaí ficou longe de empolgar o torcedor, mas serviu para acabar com a sequência de três derrotas consecutivas. Os gaúchos saíram atrás, mas conseguiram a virada e venceram por 3 a 1. William colocou os catarinenses na frente. Andrezinho, Leandro Damião e D´Alessandro viraram o jogo na segunda etapa.

O Inter foi a campo com o técnico interino Osmar Loss. Ele manteve o time de Falcão, optou pela entrada de Tinga, deixando Andrezinho, que também já estava recuperado de lesão, no banco de reservas. O Avaí teve como novidade a estreia do zagueiro Darci, que veio do Coritiba.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O primeiro tempo não foi bom. O Avaí começou sufocando, William chegou a ter um gol anulado em lance bem duvidoso. Zé Roberto sentiu lesão no púbis e teve que sair logo cedo. O intervalo se encaminhava quando o Avaí teve um pênalti, aos 45 minutos, quando Bolívar derrubou William em outra ação que gerou dúvida. Muriel defendeu a cobrança, mas o atacante marcou no rebote.

Futura Press
Avaí e Inter fizeram um jogo agitado, com quatro gols, mas pouco bonito
A boa notícia do segundo tempo para o Inter foi a volta de Andrezinho. Ele entrou em campo, aos 18 minutos, depois de mais de dois meses afastado. Bastaram dois minutos para ele colocar a bola na rede e empatar o jogo. Leandro Damião fez um golaço de cabeça e decretou a virada. D´Alessandro ainda completou nos acréscimos. O Inter passou a administrar o jogo, o Avaí saiu da defesa, mas não conseguiu mais buscar o placar de 3 a 1.

Os gaúchos chegaram a 18 pontos e estão na 5ª posição, mas com dois jogos a mais em relação a boa parte dos concorrentes. O Avaí é 18º, com 7 pontos, na zona de rebaixamento.

O Inter agora dá um tempo no Brasileirão. O grupo embarca no domingo para a Alemanha, onde enfrenta o Barcelona, na terça-feira, pela Copa Audi. No outro domingo, dia 31, o Atlético Goianiense visita o Beira-Rio. O Avaí jogará na quarta-feira, dia 27, contra o Botafogo, no Engenhão.

O Jogo:
O Avaí começou melhor em campo, pressionou bastante. O atacante William chegou a ter um gol anulado aos 2 minutos de jogo, pois estava impedido. Os visitantes só conseguiram amenizar a pressão quando o relógio já passava dos 10 minutos: Tinga cabeceou para fora um cruzamento de Kléber. Zé Roberto se lesionou logo no início do jogo e teve que deixar o campo aos 15 minutos. Aos 17, o Inter encaixou um grande contragolpe, Tinga acionou Fabrício, que demorou para concluir.

O Avaí quase saiu na frente aos 28 minutos. Leandro Damião tentou cortar uma cobrança de falta e ia fazendo gol contra, mas Muriel salvou a bola que ia entrando no ângulo. O goleador quase marcou o gol para o lado certo aos 40 minutos. Ele aproveitou o cruzamento de Nei para concluir com a cabeça, mas Felipe defendeu em dois tempos.

O Avaí conseguiu abrir o placar aos 46 minutos. O árbitro marcou um pênalti duvidoso de Bolívar em William. Muriel espalmou a cobrança, mas o atacante conseguiu marcar no rebote.

Os times voltaram iguais para a segunda etapa. O Inter tentou ser mais agressivo, pois tinha a necessidade de buscar o placar negativo, mas sem muito sucesso nos primeiros 10 minutos. D´Alessandro arriscou uma cobrança de falta, mas chutou para fora.

O Inter conseguiu o empate aos 21 minutos. Andrezinho, que havia acabado de entrar em campo, tabelou com Damião e chutou para fazer 1 a 1. A virada veio aos 24 minutos: Nei fez boa jogada e cruzou para Leandro Damião, que cabeceou para decretar o 2 a 1.

O Avaí, que tentava administrar o jogo enquanto tinha a vantagem, buscou mais o ataque depois de ceder a virada. Gustavo Bastos teve a chance aos 33, mas a cabeçada saiu prensada. O Inter soube segurar a pressão e até teve chance para ampliar o placar. D´Alessandro, nos acréscimos, ainda ampliou para 3 a 1.

FICHA TÉCNICA - AVAÍ 1 X 3 INTERNACIONAL
Local: Estádio Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 21 de julho de 2011, quinta-feira
Horário: 19h e 30 minutos (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e José Amilton Pontarolo (PR)
Cartão amarelo: Arlan, Bruno, Dirceu (Avaí); Bolatti, Bolívar, Leandro Damião (Inter)

GOLS:
Avaí: William, aos 46 minutos do primeiro tempo.
Internacional: Andrezinho, aos 21 minutos do segundo tempo; Leandro Damião, aos 24 minutos do segundo tempo; e D´Alessandro, aos 46 minutos do segundo tempo.

AVAÍ: Felipe; Dirceu, Bruno (Leandro Lima) e Gustavo Bastos; Arlan, Diogo Orlando, Batista (Robinho), Pedro Ken, Cléverson (Rafael Coelho) e Romano; William.
Técnico: Alexandre Gallo.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Bolatti, Guiñazu (Andrezinho), Tinga e D´Alessandro; Zé Roberto (Fabrício) (Élton) e Leandro Damião.
Técnico: Osmar Loss (interino).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.