Cllube paulista vai a 35 pontos e está sem vencer há cinco jogos. Já o catarinense é o penúltimo colocado

null

Palmeiras não conseguiu acabar com a sequência sem vitórias no Campeonato Brasileiro. Com dois jogadores expulsos, na tarde deste sábado, o clube ficou no empate por 1 a 1 com o Avaí , na Ressacada. 

Depois que Rivaldo levou o cartão vermelho no primeiro tempo, o técnico Luiz Felipe Scolari colocou Gerley para recompor o setor, mas o atleta também foi excluído de campo. Pelo lado do time catarinense, Rafael Coelho foi expulso depois dos adversários.No placar, quem mexeu primeiro foi o Avaí, logo no início da partida, com chute de Batista, que desviou em Henrique. Porém, antes do intervalo, Chico igualou a contagem de cabeça, depois de cobrança de falta de Marcos Assunção.

Com o resultado, o Verdão vai a 35 pontos, agora sem vencer há cinco jogos. Já o Avaí é o penúltimo colocado, com 22.

O jogo
O duelo começou com bastante marcação dos dois times no meio-campo, mas o Avaí aproveitou uma bobeira do Verdão para logo abrir o placar. Aos cinco minutos, Batista ganhou pela esquerda de Márcio Araújo e chutou rasteiro, cruzado, mas a bola desviou no pé de Henrique e enganou o goleiro Marcos.

Sem criatividade no meio e errando muitos passes, o Palmeiras resumiu suas tentativas às cobranças de falta de Marcos Assunção. Em uma delas, Maurício Ramos mandou de cabeça para fora. Em seguida, os palmeirenses pediram pênalti em toque de mão de Bruno, mas o árbitro Evandro Rogério Roman considerou o lance normal.

O número de faltas aumentou na partida e, consequentemente, derrubou ainda mais a qualidade técnica exibida pelos dois lados. Até que, aos 23 minutos, Rivaldo recebeu o segundo cartão amarelo por ter cometido uma falta e acabou expulso de campo.

Por alguns instantes, Felipão ainda manteve a equipe sem alterações, mas desistiu e recompôs a lateral esquerda, colocando Gerley na vaga do atacante Fernandão. A partir daí, os alviverdes reclamaram mais da arbitragem. O técnico palmeirense ficou inconformado depois de falta cometida por Pedro Ken, pois esperava que o jogador fosse expulso.

Mesmo com pouca inspiração, o clube paulista empatou ainda no primeiro tempo. Aos 41, Marcos Assunção cobrou falta da esquerda e viu Chico desviar de cabeça para as redes. Antes do fim da etapa, o Avaí ainda chegou novamente com perigo. Cleverson ganhou de Marcos Assunção pela direita e cruzou na pequena área. Porém, William não alcançou para completar.

No intervalo, Toninho Cecílio percebeu que Pedro Ken corria risco de ser expulso e tirou o atleta para a entrada de Estrada. Logo no início do segundo tempo, a situação do Palmeiras se complicou, pois teve mais um jogador expulso. Gerley deu um carrinho em disputa com Dirceu e levou o cartão vermelho.

O Avaí ainda se lançou ao ataque, mas também sofreu um problema. Pouco depois de entrar em campo, Rafael Coelho também recebeu cartão vermelho, ao dar carrinho em Kleber. Mesmo assim, o Avaí teve ótima chance na frente, mas tentou encobrir Marcos, que segurou.

Na última chance do Palmeiras, em falta da meia-direita, Marcos Assunção carimbou a barreira.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 1 X 1 PALMEIRAS

Local : Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data : 18 de setembro de 2011, domingo
Horário : 16 horas (de Brasília)
Árbitro : Evandro Rogério Roman
Assistentes : Bruno Boschilia (PR) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
Cartões amarelos : Gian, Bruno, Pedro Ken, Batista (Avaí). Kleber (Palmeiras)
Cartões vermelhos : Rivaldo e Gerley (Palmeiras); Rafael Coelho (Avaí)
GOLS :
AVAÍ: Batista, aos 5 minutos do primeiro tempo
PALMEIRAS: Chico, aos 41 minutos do primeiro tempo

AVAÍ : Felipe; Arlan, Dirceu, Gian e Pará (Leandrinho); Bruno, Batista (Rafael Coelho), Pedro Ken (Estrada) e Cleverson; Robinho e William
Técnico: Toninho Cecílio

PALMEIRAS : Marcos; Márcio Araújo, Henrique, Maurício Ramos (Thiago Heleno) e Rivaldo; Chico, Marcos Assunção e Tinga (João Vitor); Kleber, Fernandão (Gerley) e Luan
Técnico: Luiz Felipe Scolari

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.