Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em Goiânia, Vila Nova acaba com invencibilidade do Criciúma

Goianos assumiram o quinto posto da Série B, enquanto os catarinenses ocupam apenas a 13ª colocação

AE |

selo

O Vila Nova foi melhor e mereceu vencer o Criciúma, por 2 a 0, neste sábado à tarde, em Goiânia, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time goiano agora soma sete pontos e aparece em quinto lugar. O Criciúma, que perdeu a sua invencibilidade, continua com cinco pontos, em 13.º lugar.

O Vila Nova entrou em campo armado pelo técnico Heron Ferreira no esquema 4-4-2. Jairo fortalecia a marcação e os meias Ricardinho e Luis Fernando ficam mais soltos, podendo encostar nos atacantes. O objetivo era ganhar poder ofensivo. Mesmo assim, o time goiano encontrou dificuldades diante da forte marcação do Criciúma, que optou por se defender para explorar os contra-ataques.

Os principais lances ofensivos do Vila Nova tinham como figura principal o experiente Roni. E foi ele quem marcou o primeiro gol, aos 38 minutos do primeiro tempo. Na pequena área, o veterano só completou o cruzamento de Luis Fernando.

No início do segundo tempo, o time catarinense ensaiou uma reação, mas sofreu o segundo gol num contra-ataque. Betinho disparou pelo lado esquerdo do ataque e foi até a linha de fundo. Fez o cruzamento para trás e Ricardinho entrou na pequena área apenas para completar para as redes.

A quinta rodada da Série B será toda na terça-feira à noite. O Vila Nova vai enfrentar o Bragantino, em Bragança Paulista enquanto o Criciúma vai receber o ASA, em Santa Catarina.

FICHA TÉCNICA - Vila Nova 2 x 0 Criciúma

Vila Nova - Michel Alves; Luizinho, Henrique, Augusto e Éder Lima; Adilson (Juninho), Jairo, Ricardinho e Luís Fernando (Wando); Roni e Betinho. Técnico - Heron Ferreira.

Criciúma - Andrey; Fábio Santana, Rogélio, Toninho e Marinho Donizete; Carlinhos Santos, Pirão, Diogo Oliveira (Breitner) e Pedro Carmona (Rubo); Roni (Toni) e Zé Carlos. Técnico - Edson Gaúcho.

Gols - Roni, aos 38 minutos do primeiro tempo. Ricardinho, aos 14 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Rodrigo Batista Raposo (DF).

Cartões amarelos - Toninho, Rogélio, Fábio Santana, Carlinhos Santos, Augusto, Éder Lima, Ricardinho e Adilson.

Renda - R$ 69.187,00.

Público - 7.643 pagantes.

Local - Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Leia tudo sobre: vila novacriciúmasérie b 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG