Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em Florianópolis, Ronaldinho é pressionado por gremistas

Jogador abandonou camarote de boate, após ser xingado por torcedores do Grêmio

Paulo Passos, iG São Paulo |

AE
Ronaldinho desembarcou em Santa Catarina no sábado
Enquanto seu irmão e procurador, Roberto Assis Moreira, negocia o seu futuro, Ronaldinho curte férias em Florianópolis. A tranqüilidade da capital catarinense não foi plena para o jogador que ainda tem contrato com o Milan. Após o anúncio do Grêmio de desistir do negócio, ele passou a ser hostilizado por torcedores. No Olímpico, houve protestos contra ele e seu irmão e agente.

Nem mesmo em Florianópolis, o meia-atacante conseguiu escapar da ira dos gremistas. Na noite de sábado, Ronaldinho foi hostilizado por gremistas em uma boate da cidade. Por meio do twitter, alguns torcedores presentes no local chegaram a afirmar que moedas foram atiradas no camarote onde o jogador estava.

No hotel onde está hospedado, ele também foi cobrado por torcedores do clube gaúcho. À noite, Ronaldinho foi ao show da cantora inglesa Amy Winehouse. Nesta segunda-feira, ele deve ir para o Rio de Janeiro, onde acertará os últimos detalhes da transferência para o Flamengo.

Palmeiras e Grêmio já anunciaram que não negociam mais com o jogador. Os dois clubes criticaram Assis por ter aberto leilão pelo astro. Segundo o clube gaúcho, em dezembro, o agente afirmou que o negócio estava fechado. Já o Palmeiras diz que no dia 2 de janeiro recebeu um ok do representante do meia-atacante.
 

Leia tudo sobre: MilanRonaldinho GaúchoGrêmioFlamengo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG