Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em entrevista a jornal italiano, Neymar não descarta sair em janeiro

Deixar o Santos em janeiro? Os diretores do meu clube responderam para todo mundo que o Neymar não está à venda. Mas eu não penso da mesma forma, disse o atacante

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860431800&_c_=MiGComponente_C

Valorizado pela grande temporada que fez no Santos, ajudando o clube a conquistar os títulos paulista e da Copa do Brasil, o atacante Neymar pode deixar a Vila Belmiro em janeiro do próximo ano, quando reabre o mercado de transferência para o futebol europeu. Pelo menos foi a possibilidade que deixou em aberto o próprio camisa 11, em entrevista publicada nesta quarta-feira pelo jornal italiano "Gazzeta dello Sport".

"Deixar o Santos em janeiro? Os diretores do meu clube responderam para todo mundo que o Neymar não está à venda. Mas eu não penso da mesma forma. Esta pode ser a hora certa para uma aventura na Europa", disse Neymar, que está a serviço da seleção brasileira para um amistoso contra a Argentina, nesta quarta, em Doha (Catar).

Vale destacar que o atacante santista esteve muito perto de deixar o time paulista em agosto deste ano, quando o Chelsea (Inglaterra) tentou a sua contratação. Porém, a diretoria do Santos ofereceu um plano de carreira a Neymar, estipulando metas, aumentando os seus vencimentos mensais, a sua multa rescisória para 45 milhões de euros (R$ 101 milhões) e o seu tempo de contrato (até 2015), tudo para segurá-lo durante mais algum tempo na equipe.

De acordo com o próprio atacante, além do Chelsea, outros grandes times do futebol europeu tem demonstrado interesse em contar com o seu futebol a partir de janeiro do ano que vem.

Esses clubes seriam o Real Madrid (Espanha), Manchester United (Inglaterra), Inter de Milão e Juventus (ambos da Itália). No entanto, segundo o jornal italiano, o maior interesse de Neymar seria vestir a camisa da Juve na Velha Bota, apesar de ter feito elogios a Inter.

"A proposta que eu gosto mais? Juventus. Não tenho nenhum problema em dizer que vestiria mais uma camisa alvinegra. A Inter tem prestígio, é o time onde jogou o Ronaldo, um dos meus ídolos, mas que ninguém se ofenda, pois gosto mais da Juventus", concluiu.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG