Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em dia de festa, São Paulo busca ponta ante embalado Atlético-MG

Partida no Morumbi será a de número 1000 do goleiro Rogério Ceni com a camisa tricolor

Mário André Monteiro, iG São Paulo* |

AE
Richarlyson, meio-campista do Atlético-MG
Os objetivos de São Paulo e Atlético-MG , nesta quarta-feira, são distintos. Enquanto o time paulista tenta a vitória para assumir a liderança provisória do Campeonato Brasileiro , os mineiros querem os três pontos para deixarem a zona de rebaixamento. E o duelo pela 22ª rodada do torneio nacional terá um tempero especial, já que marcará a milésima partida do goleiro Rogério Ceni com a camisa tricolor.

> No 1º turno, o São Paulo venceu o Atlético-MG em Minas Gerais. Veja como foi

Apesar de toda festa armada, com direito a camisa especial , Morumbi lotado e uma série de homenagens, o camisa 1 assegura que o foco é apenas na partida. "Temos um adversário difícil, no primeiro turno tomamos um sufoco, e que vem de duas vitóias seguidas. É um time que está com moral elevado, com confiança. E isso torna o jogo difícil. Se não ganhar, não adianta. A festa só será completa com vitória", disse Rogério Ceni.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide os amigos

Para o jogo contra o Atlético, o São Paulo terá o retorno de cinco jogadores. Lucas, que estava com a seleção brasileira, já retornou ao Brasil e vai para o jogo. Os laterais Juan e Jean e o volante Wellington, que estavam suspensos, além de Dagoberto, que não atuou na última partida por conta de uma amigdalite, também ficam à disposição.

Os reforços, sem dúvidas, são importantes, mas Rogério Ceni pediu que a equipe, independente de quem entre em campo, tenha o mesmo espírito da última partida diante do Figueirense, quando, todo desfalcado, o São Paulo venceu por 2 a 1, fora de casa.

Siga o iG São Paulo e o iG Atlético-MG no Twitter

"A atitude que tivemos diante do Figueirense foi bacana, os meninos que entraram tiveram vontade. Quando você tem a entrega de todos, as chances aumentam. Não há uma receita exata. Se eu soubesse, eu ia ser treinador. Vou fazer minha parte, tentar motivar. E isso aliado com o peso do torcedor, vamos conseguir chegar aos três pontos", comentou.

Do lado do Atlético-MG, que venceu seus dois últimos compromissos dentro do Brasileirão, a ordem é conseguir triunfar dentro do Morumbi para deixar a zona de rebaixamento. Atualmente, a equipe é a 17ª colocada. O volante Richarlyson, que por muitos anos defendeu as cores do São Paulo, sabe que Rogério Ceni vai tentar motivar ao máximo os jogadores do seu time.

AE
Richarlyson, meio-campista do Atlético-MG
“Ele vai tentar contaminar seus companheiros, dizer a importância que é para ele, ainda mais com uma vitória e uma bela apresentação dentro do Morumbi, que vai estar lotado. Espero que a gente possa minar tudo isso, fazendo o nosso trabalho, marcando forte, sabendo da importância que é conquistar o resultado positivo no Morumbi. É saber que vai ter tudo isso, mas pensar no nosso lado, que é continuar nessa batida forte que temos no segundo turno”, disse o atleta.

O time mineiro está praticamente definido pelo técnico Cuca e vai ser o mesmo que venceu Atlético-PR e Avaí nas duas últimas rodadas. A única dúvida é no meio de campo. Bernard deve perder a vaga para o volante Serginho , que acredita que o clima de festa ficará fora das quatro linhas de jogo.

“Quando entrarmos em campo, não terá mais festa. Acredito que ele vá defender o clube dele, como nós vamos defender o nosso. Vamos entrar em campo, fazer nosso melhor com a cabeça no lugar para que a gente permaneça ganhando”, avaliou o volante.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 7 de setembro de 2011 (quarta-feira)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Francisco Pereira de Sousa (ambos do RJ)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro, Carlinhos Paraíba e Cícero; Lucas e Dagoberto. Técnico: Adilson Batista

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Mancini, Réver, Leonardo Silva e Richarlyson; Pierre, Serginho (Bernard), Fellipe Soutto e Daniel Carvalho; Neto Berola e André. Técnico: Cuca

*Com colaboração de Victor Martins, iG Belo Horizonte

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG