Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em clima de decisão, Palmeiras projeta caldeirão contra o Atlético-MG

Até a noite de segunda-feira, cerca de 19,5 mil ingressos já haviam sido vendidos para a partida de quarta-feira, no Pacaembu

Gazeta Esportiva |

O clima morno do jogo contra o Guarani está sepultado no Palmeiras. Para a decisão contra o Atlético-MG nas quartas de final da Copa Sul-Americana, o elenco palmeirense sabe da necessidade de mostrar a sua força na capital paulista. Com o apoio maciço da torcida e o discurso motivador do técnico Luiz Felipe Scolari, a ordem é partir com tudo para assustar o time misto do Minas Gerais no Pacaembu.

"Não vamos deixar o Atlético-MG comandar, aqui quem deve mandar é o Palmeiras", decreta o volante Marcos Assunção. "Nós estamos preparados para a pressão do momento. Chegamos até aqui e não queremos dar um passo atrás", emenda.

A Copa Sul-Americana virou a salvação para o Palmeiras em 2010, já que o clube deixou o Campeonato Brasileiro de lado em função da colocação intermediária na classificação. Todavia, só o título da competição continental irá garantir a vaga na Copa Libertadores da América, a obsessão de todo clube brasileiro.

"O desejo pelo título da Copa Sul-Americana aumentou depois das dificuldades que encontramos no Campeonato Brasileiro", confirma Marcos Assunção.

Apesar dos tropeços no Brasileirão, a torcida palmeirense abraçou o elenco na Copa Sul-americana. Até a noite desta segunda-feira, cerca de 19,5 mil ingressos já haviam sido vendidos para a partida contra o Atlético-MG. A expectativa é de um público superior a 30 mil espectadores na quarta-feira.

"Importante é que vamos jogar em casa, é uma vantagem a mais ao Palmeiras e uma pressão ao nosso adversário", exalta o zagueiro Fabrício, que também ressalta a possibilidade de classificação com um empate sem gols como outro detalhe para apontar a dianteira alviverde no confronto.

"Nós conversamos sobre essa vantagem, traz uma tranquilidade para conseguirmos impor nossa forma de jogar. Mas nunca vamos entrar em campo para segurar o 0 a 0. Queremos buscar a vitória", encerra o defensor.

Leia tudo sobre: copa sul-americanapalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG