Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em casa, Universidad Católica tenta garantir vaga na Libertadores

Chilenos precisam vencer o Unión Española, já eliminado. Líder Caracas recebe o terceiro, Vélez Sarsfield

Gazeta |

A decisão das duas vagas à próxima fase da Copa Libertadores no Grupo 4 acontecerá nesta quinta-feira. No Chile, a Universidad Católica receberá o Unión Española, às 20h30 (de Brasília). Atualmente na segunda posição do grupo com oito pontos, a Católica precisa vencer para assegurar a classificação. O U. Española, com quatro pontos, está na lanterna e não tem mais chances de classificação.

Para a partida, o técnico Juan Antonio Pizzi terá dois desfalques: Roberto Gutiérrez, lesionado, e o capitão Milován Mirosevic, que está se recuperando de uma contusão e deve ficar à disposição no jogo do próximo final de semana, contra o Colo Colo.

Segundo o volante Marcelo Cañete, a chave para conquistar a vitória, em casa, será ter tranquilidade. "Temos que ser pacientes. Com certeza eles (U. Española) vão querer mostrar sua força, e não devemos nos desesperar", afirmou o jogador. Ainda para Cañete, a equipe não pensa em um resultado ruim, pois todos estão comprometidos em avançar.

Também às 20h30 (de Brasília), o Caracas, líder do grupo com nove pontos, receberá o Vélez Sarsfield, terceiro colocado, com sete. Para o técnico do time argentino, Ricardo Gareca, o Caracas, que possui um time experiente e rápido, deve ser respeitado, especialmente por liderar a chave.

Neste jogo, o Vélez não poderá contar com Augusto Fernández, suspenso. Em seu lugar deverá entrar Ricardo Álvarez. Com uma vitória, a equipe portenha consegue sua classificação, independentemente do resultado do jogo entre U. Católica e Unión Española.

Grêmio "seca" o Junior de Barranquila
Em casa, o Junior de Barranquila jogará, nesta quinta-feira, contra o León de Huánuco, às 22h45 (de Brasília), com o Grêmio torcendo contra o time mandante. Atualmente, a equipe de Barranquilla lidera o Grupo 2, com 12 pontos. O Grêmio vem logo atrás, com 10.

Assim, caso o tricolor gaúcho vença o Oriente Petrolero, basta que o Junior não triunfe para que a ponta do Grupo 2 seja alcançada. O León, com quatro pontos, não tem mais chances de classificação.

Leia tudo sobre: copa libertadores 2011futebol mundialchilevenezuela

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG