Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em campanha por Gobbi, Corinthians apresenta relatório de contas

Clube antecipa relatório em três meses e apresenta avanços de 2011 na véspera das eleições

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Bruno Winckler
Corinthians apresentou relatório de sustenbilidade pelo quarto ano seguido
Um dia antes das eleições para presidente do Corinthians , o clube apresentou o relatório de sustentabilidade do clube referente ao ano de 2011. Normalmente apresentado entre os meses de maio em junho, o relatório foi antecipado em três meses em 2012 para a véspera do pleito deste sábado. Mário Gobbi é candidato de Andrés. Ele enfrenta Paulo Garcia da oposição.

Leia também: Gobbi rechaça favoritismo e brinca. “Se eu perder, sumo de novo"

Segundo o diretor de finanças do clube, Raul Corrêa da Silva, o clube acelerou a confecção do relatório para "presentear Andrés". "Não foi por causa da eleição. Se a gente fosse apresentar em abril, maio, ele seria apenas convidado. Serve como presente para ele que foi o presidente em 2011", disse Corrêa. Sanchez está licenciado do cargo desde 15 de dezembro e deixa o cargo em definitivo no sábado.

E mais: Garcia vê Andrés como um “diabo” que tem Gobbi como seu fantoche

"Entre 2004 e 2007 tivemos R$ 140 milhões de prejuízo. Entre 2007 e 2011, na gestão do Andrés, o lucro é de R$ 25,7 milhões", disse Correa, em apresentação no CT do clube. Andrés Sanchez era aguardado, mas não conseguiu chegar ao CT a tempo por conta das fortes chuvas que caíram na zona leste nesta sexta-feira. 

Pelo quarto ano seguido, o Corinthians divulgou este relatório que abre as contas corintianas com a chancela da PricewaterhouseCoopers (PWC) e é auditado pela Grant Thornton Auditores Independentes. De acordo com o Corinthians, o clube é o único do mundo que possui um relatório desse porte dentro do indicativos da GRI (Global Reporting Initiative).

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

De acordo com o relatório, o Corinthians apresentou receita superior a R$ 290 milhões em 2011 e sua marca é avaliada em R$ 867 milhões. A dívida do clube chegou a R$ 179 milhões. "Pelo quarto ano seguido o clube fechou as contas no azul gastando menos do que arrecadou. Somente em 2011 o saldo positivo chegou a R$ 5,3 milhões", disse Sanchez, em carta publicada no relatório. O candidato da oposição questiona as contas. Em entrevista ao iG, Paulo Garcia disse que o clube deve impostos . Ele duvida das contas apresentadas.

"A dívida cresceu, mas em paralelo aumentou a receita. A dívida está controlada. Não tem como questionar esses números. O Paulo (Garcia) sabe disso mas tem de falar alguma coisa contra na campanha dele", disse Corrêa.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e ajude a mantê-lo no topo do rankng nacional 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG