Clube paulista não tem desfalques. Time baiano terá volta de Ernani e pode ter estreia de Fernandinho

O Guarani ainda não venceu na Série B do Campeonato Brasileiro. Foram dois empates: 2 a 2 contra o Criciúma e 1 a 1 contra o Sport . O time de Campinas tentará conquistar os três pontos nesta sexta-feira, em confronto com o Vitória , às 21h (horário de Brasília), em Salvador. O técnico do time paulista, Vilson Taddei, acredita que o clube baiano virá pressionado por um bom resultado, já que foi derrotado pelo Icasa na última rodada .

"Além de ter qualidade, a equipe do Vitória tem uma torcida que empurra muito. Mas isso pode até nos favorecer. Se jogarmos bem, os torcedores podem se voltar contra os jogadores deles e aí a pressão será favorável a nós", declarou o técnico.

Para enfrentar os baianos, o Guarani não terá desfalques. Entretanto, o treinador espera uma mudança de postura da equipe. Vilson Taddei não quer que os erros dos dois primeiros jogos se repitam. Tanto contra o Criciúma, quanto diante do Sport, o Guarani saiu à frente no placar, mas falhou e levou o empate.

"Nos dois jogos levamos gols em função de falhas, por falta de atenção. Não podemos mais errar tanto. Vamos continuar marcando forte, mas precisamos manter mais a posse de bola, para poder criar mais e dar tranqüilidade ao setor defensivo", explicou o treinador.

O Vitória também promete alterações para a partida. Elas, porém, devem se estender à escalação da equipe. Insatisfeito com o resultado diante do Icasa, o técnico Geninho fez mudanças no time titular, e ainda testou novos esquemas táticos.

Em coletivo realizado na quarta-feira, o treinador levou a campo um time com duas formações diferentes, entretanto, ambas no 4-4-2. "Nós tivemos dois tipos de posicionamentos e farei a opção por um deles para iniciar. "Os dois me agradaram bastante. Como eu disse, eles são diferentes", disse o técnico.

"No primeiro, eu fico de uma maneira mais agressiva, um pouco mais na frente, e fico um pouco vulnerável ali na frente da zaga. No segundo, eu fico um pouco mais seguro. Ficou um pouco prejudicada a observação maior no segundo tempo porque eu perdi o Nino (poupado), que seria uma saída mais rápida pelo lado", continuou Geninho.

O jogador foi retirado do coletivo por ter sofrido uma pancada dura no pé, nos 30 minutos finais de treinamento. Após os trabalhos, o treinador se esquivou e disse não ter definido o time ideal para encarar o Guarani. "Não tenho ainda a definição, vou analisar com calma o que foi feito. Tivemos bons momentos nos dois períodos".

Geninho ainda deu atenção à lateral esquerda da equipe. Contratado no início do ano, Ernani , que não agradou a antiga comissão técnica do Vitória, recebeu uma segunda chance nesta quinta e treinou entre os reservas. "Estamos atrás de um lateral esquerdo e tinha um aqui. Assim, dei uma nova chance a ele", explicou Geninho. Para o posto, o comandante ainda pode ter à sua disposição Fernandinho . Contratado há uma semana, o jogador já está regularizado junto à CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

FICHA TÉCNICA - VITÓRIA X GUARANI

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 3 de junho de 2011, sexta-feira
Horário: 21h (horário de Brasília)
Árbitros: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Alexandre Kleiniche e Carlos Henrique Selbach (Ambos do RS)

VITÓRIA: Douglas; Reniê, Léo Fortunato, Maurício e Nino (Fernandinho); Uelinton, Xuxa, Geovanni e Léo; Neto Baiano e Rildo Técnico: Geninho

GUARANI: Emerson; Chiquinho, Neto, Aislan e Carlinhos; Leandro Carvalho, Lucas, Dadá e Felipe; Fabinho e Fernandão Técnico: Vilson Taddei

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.