Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em busca do equilíbrio, Adilson cogita escalar três zagueiros

Caso Elano seja vetado pelo pelos médicos, Santos pode atuar com três zagueiros contra o São Paulo

Samir Carvalho, iG Santos |

O técnico Adilson Batista não está satisfeito com o desempenho do sistema defensivo do time nesta temporada. Apesar de a equipe santista ter o melhor ataque do Campeonato Paulista, com 14 gols marcados, o Santos já sofreu seis gols em apenas quatro jogos na competição. Pensando em corrigir as falhas excessivas da zaga, o treinador já cogita escalar o time com três zagueiros.

Além do desequilíbrio no sistema defensivo, Adilson pode aproveitar a possível ausência de Elano (jogador sentiu uma lesão, realizará exames e pode ser vetado) no clássico contra o São Paulo no próximo domingo, na Arena Barueri, pela quinta rodada do estadual, para testar a equipe no esquema 3-5-2.

“É possível (mudança do esquema). Com a saída do Elano pode ter três zagueiros”, afirmou o técnico Adilson Batista, que já demonstrou nas últimas semanas a insatisfação com o sistema defensivo da equipe.

No treino da última terça-feira, no CT Rei Pelé, Adilson testou o zagueiro Bruno, que iniciou a atividade formando a dupla de zaga com Edu Dracena, e depois foi testado ao lado de Durval. Porém, Aguiar pode atuar com Durval e Dracena na formação com três zagueiros. Outra opção do treinador é utilizar Adriano na frente da zaga, como já fez neste início de temporada.

Apesar da insatisfação com o sistema defensivo, Adilson Batista mudou o discurso dos últimos jogos ao falar sobre os gols sofridos no empate por 3 a 3 com o São Caetano. O treinador descartou as críticas e utilizou as justificativas para explicar os três gols sofridos de uma equipe que ainda não havia balançado as redes neste ano.

“A bola parada deles é forte e tivemos dificuldade nisso. O gramado aqui é baixo, então o jogo fica mais rápido. Não é desculpa, mais fica mais rápido e é preciso controlar isso. O primeiro (gol sofrido) de escanteio foi mérito do Artur (zagueiro). O segundo (gol) uma boa bola do Mandi, que se sobressaiu ao Léo, e o terceiro uma indefinição”, explicou o treinador. 

Leia tudo sobre: santosadilson batistatrês zagueiroselano

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG