Recebi duas ofertas e estou feliz que alguém esteja me querendo. Tenho grande afeto pelo Milan, mas eu ainda quero jogar e me sentir bem, afirmou o atacante

Mesmo sendo considerado o grande talismã do Milan, o atacante Inzaghi não está contente com a reserva na equipe italiana. O veterano de 37 anos, que se tornou o maior artilheiro da história das competições européias com os dois gols marcados contra o Real Madrid, na última rodada da Liga dos Campeões da Europa, afirmou que possui propostas para deixar Milão, e cogitou aceitá-las caso sua situação não seja revista.

"Eu ainda quero ser importante para o Milan. Recebi duas ofertas e estou feliz que alguém esteja me querendo. Eu não quero entrar só em momentos de desespero. Tenho um grande afeto pelo Milan, mas eu ainda quero jogar e me sentir bem", explicou o jogador.

Mesmo após a grade atuação que teve contra o Real Madrid, Inzaghi teve que amargar novamente o banco de reservas na partida contra o Bari, no último domingo, pelo Campeonato Italiano. Apesar desta situação, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, deixou claro que o clube não está disposto a liberar o seu veterano na próxima janela de transferências.

"Eu falei para Pippo (apelido de Inzaghi) que, depois da renovação do contrato, não há chance de eu deixar ele sair. Ele vai ficar conosco. Nos grandes times, até os campeões têm que ficar no banco. Allegri (técnico do Milan) treina com eles toda a semana e escolhe aqueles que estão em melhor forma", lembrou Galliani.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.