Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em briga com Scolari, DIS domina boa parte da base do Palmeiras

Empresa também tem ampla influência na base do Santos e inicia investimento no Corinthians e no Inter

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A briga de Luiz Felipe Scolari contra o domínio da DIS em cima de seus jogadores só começou. Se o treinador do Palmeiras já deixou claro que Tinga não faz mais partes dos planos, ele ainda precisará ter muita precaução para subir um garoto da base, uma vez que o braço esportivo do grupo Sondas tem participação em diversos atletas que estão tentando uma chance no time principal.

Em dezembro, a empresa tinha 12 atletas na base, incluindo o lateral direito Luís Felipe , que ganhou uma chance para treinar com os jogadores do principal, além de contar com participação nos direitos federativos de Tinga e Gabriel Silva .

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

De lá para cá, a participação só aumentou, e dirigentes do clube e também da empresa falam em pelo menos 15 jogadores que têm contrato assinado com a DIS. Vinícius , por exemplo, passou ter vínculo com essa empresa recentemente.

E foi justamente o atacante o início de toda a polêmica. Sem uma chance até mesmo no banco de reservas do Palmeiras, o jogador acabou assediado pela DIS e isso irritou Felipão, que classificou a tentativa da empresa em aumentar o salário de seu atleta e até de tentar convencer o jovem a não assinar um novo acordo com o clube como roubo.

Conheça o aplicativo Torcida Virtual e coloque o Palmeiras em 1º no ranking

Na última terça-feira, empresários, representantes da base do Palmeiras e também do futebol profissional se encontraram, chegaram a tentar selar um acordo de paz, mas ainda querem ouvir de Felipão um ok definitivo para que a novela seja encerrada ou, ao menos, minimizada. O treinador está na Europa e o capítulo final pode ser marcado para sexta-feira.

A DIS também tem amplo domínio no futebol do Santos . Entre jogadores do profissional e da base, a empresa tinha participação, em dezembro de 2010, de pelo menos 15 atletas. Outros três jogadores na base do Internacional e dois no Corinthians também estão com a empresa.

Os jogadores que tinham contrato com a DIS em dezembro de 2010:

Tinga
Gabriel Silva
Vinícius
Luis Felipe (nascido em 1991)
Fabricio (nascido em 1995)
Formiga (nascido em 1995)
Somalia (nascido em 1995)
Matheus (nascido em 1995)
Amoroso (nascido em 1989)
Victor Sapo Romano (nascido em 1992)
Anderson Tripa (nascido em 1990)
Maury (nascido em 1993)
Jonathan (nascido em 1992)
Fernando (nascido em 1991)
Pedro (nascido em 1996)

*Colaborou Marcel Rizzo, iG São Paulo

Leia tudo sobre: palmeirasdisfelipãotinga

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG