Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em boa fase, são-paulinos esperam torcida presente no clássico

Presidente Juvenal Juvêncio e jogadores acreditam em vantagem nas arquibancadas para sair em vantagem sobre o Corinthians no domingo

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Reta final de Campeonato Brasileiro. São Paulo vivo na disputa por uma vaga na Copa Libertadores e Corinthians ocupando a vice-liderança da competição, apenas um ponto atrás do Fluminense. Nesse cenário, é praticamente certo que o público do clássico de domingo entre os rivais paulistas seja o melhor do clube do Morumbi como mandante no Brasileirão 2010.

Até a 33ª rodada, o melhor público do São Paulo na competição aconteceu justamente no único outro clássico disputado em um domingo. No dia 17 de outubro, os comandados de Paulo César Carpegiani venceram o Santos por 4 a 3 diante de 23791 pagantes no Morumbi. Agora, em momento ainda mais decisivo, os são-paulinos esperam ver o estádio ainda mais cheio.

Tem que lotar. Estamos buscando uma Libertadores e, se possível, o título. Acho que vai ser importantíssimo a torcida comparecer domingo, afirmou o volante Jean no desembarque da equipe em São Paulo na manhã desta quinta-feira, após a vitória sobre o Cruzeiro em Uberlândia.

Ricardo Oliveira é outro que vive a expectativa de receber apoio total das arquibancadas. Ele acredita que a confiança da torcida está em alta graças à melhora no desempenho do São Paulo nas últimas rodadas, já que desde a chegada de Carpegiani o time venceu cinco dos seis jogos que disputou.

Acho que a torcida está confiante na gente. Nós estamos demonstrando muita vontade dentro de campo, estamos defendendo com muito orgulho a camisa do São Paulo e tenho certeza que a torcida está do nosso lado, disse o camisa 99.

E se dentro de campo a promessa para São Paulo x Corinthians é de equilíbrio, nas arquibancadas a vitória do clube do Morumbi só depende da própria torcida. O presidente Juvenal Juvêncio já confirmou que apenas 5% das entradas serão destinadas à torcida corintiana.

Vamos dar 5%, que é a lei. No Pacaembu, eles me dão 3%, afirmou o dirigente, que também exaltou a maior presença de são-paulinos na vitória sobre o Cruzeiro, mesmo com o mando de campo sendo do adversário. A torcida maior era do São Paulo. Tínhamos entre 60 e 60% em Minas Gerais, para vocês verem como o São Paulo extravasa as fronteiras.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG