Líder do Paulistão, time agora tenta frear euforia para não tropeçar nos próximos jogos

A liderança do Paulistão conquistada pelo Corinthians no último fim de semana faz a equipe ser ainda mais apontada como favorita ao título do torneio. E os jogadores, por meio do capitão Alessandro, já manifestam uma preocupação especial com a situação. As recentes mudanças da equipe, que poderiam deixar a equipe vulnerável, foram superadas e o time passou a ser o principal adversário a ser batido no torneio já que é o único que ainda não perdeu.

"É normal que isso aconteça. Todos vão olhar o Corinthians de outra forma agora por causa desse nosso retrospecto e vão querer tirar uma casquinha. Nós temos que continuar da mesma forma, trabalhando dia a dia para nos manter entre os primeiros do campeonato", disse o lateral-direito, que na ausência de Chicão nos últimos jogos assumiu a tarja de capitão da equipe.

O Corinthians enfrenta nesta semana dois adversários que vêm bem no Paulistão. Na quarta-feira, a Ponte Preta será a rival no Pacaembu. O time de Campinas tem 21 pontos, quatro a menos que o Corinthians e não perde há nove rodadas. No domingo, fora de casa, o Corinthians visita o Mirassol, vice-líder do torneio com 23 pontos e invicto há cinco jogos.

"São jogos difíceis e por isso temos que ter um cuidado maior, um nível de atenção maior também. A preocupação é a mesma em todos os jogos, mas nesses casos a gente sabe que se não estiver mais atento o risco de ser surpreendido aumenta. São equipes que estão bem então a concetração tem que ser maior", disse Alessandro, pregando respeito aos próximos adversários corintianos.

"Quando as equipes enfrentam o Corinthians elas sempre vêm diferentes. Ainda mais agora com tantos jogos jogando bem. Daqui para frente devemos ter mais dificuldades", ressaltou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.