Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Em 2011, Coritiba terá CT exclusivo para as revelações

Clube arrenda espaço para trabalhar as categorias sub-13, sub-15 e sub-17 e decide investir no sub-23, a fim de mostrar serviço ao técnico Ney Franco

Altair Santos, especial para o iG |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859571931&_c_=MiGComponente_C

O Coritiba encerra a temporada 2010 com 160 atletas em suas categorias de base. O clube contempla sub-11, sub-13, sub-15, sub-17, sub-20 e, a partir de 2011, terá também a sub-23, com o objetivo de participar do Campeonato Brasileiro da categoria, que neste ano foi vencido pelo Internacional. Para isso, precisou ampliar sua infraestrutura com o arrendamento de um centro de treinamento vizinho ao que ele já possui no município de Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba, conhecido como CT da Graciosa.

No novo ambiente para treinamentos, que tem alojamentos, vestiários, lavanderia, sala para conferências e três campos oficiais, o Coritiba pretende acomodar as categorias sub-13, sub-15 e sub-17, abrindo um espaço maior para sub-20 e sub-23 no CT da Graciosa. Segundo o coordenador das categorias de base do clube, Mário André Mazzuco, a intenção é aprimorar a transição dos jogadores nesta faixa etária (19 a 22 anos) para que eles possam render mais no time profissional.

Divulgação
CT da Graciosa: inaugurado em 1997, passará a concentrar os times sub-20 e sub-23

O coordenador explica que adaptar uma revelação no profissional é a fase mais crítica neste processo. É preciso um cuidado grande na transição para que aquele jogador que é destaque na base seja também destaque no profissional, diz.

Mazzuco também ressalta por que o Coritiba voltará a investir no sub-23.  Existe no futebol um grande buraco negro, que são aqueles atletas que estouram a idade, tornam-se profissionais, mas ainda não têm espaço no elenco principal. O sub-23 permite trabalhar melhor esses atletas, avalia.

Com a nova estrutura, o Coritiba espera ter um aproveitamento maior de suas revelações no elenco profissional. Neste ano, dos dez que foram promovidos, quatro vingaram. O Lucas Mendes é titular, o Marcos Paulo foi titular grande parte da temporada, o Denis acabou se tornando titular no final e o William deve ser titular para 2011. Não é porque o menino é um destaque que ele já tem que ir para o profissional. Às vezes, ele tem etapas da formação dele que precisam ser cumpridas e acelerar este processo pode vir a sofrer algum desgaste na frente, diz Mário André Mazzuco.

O coordenador também avalia que com a nova estrutura das categorias de base do Coritiba, e com o técnico Ney Franco assumindo a chefia das categorias de base da CBF, as possibilidades de o clube ter mais jogadores convocados para as seleções de base aumentam. Não só o Coritiba, como o futebol paranaense vai ser melhor observado. O Ney Franco conhece o trabalho que se faz aqui e a reformulação que ele pretende implantar vai abrir mais espaço, prevê.

Leia tudo sobre: coritibamatérias especiaissérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG