Fico muito feliz quando quando vejo que a torcida está satisfeita com o meu trabalho, afirmou o goleiro, que tem contrato com o time gaúcho até 2015

No sábado, após a goleada de 5 a 1 sobre o Ceará, todos esperavam que o presidente do Grêmio elogiasse o setor ofensivo, de grande atuação. Ao contrário: Duda Kroeff salientou a importância de Victor na vitória, por mais que o placar tenha sido dilatado. O elogio procede: quando o jogo estava 0 a 0, o arqueiro gremista fez duas grandes defesas, impedindo que oportunidades reais em favor do time nordestino se transformassem em gols.

Victor salientou a dificuldade de defender um arremate de primeira do volante Heleno logo aos seis minutos de jogo, o qual, se fosse gol, teria mudado a história da partida. "Esse tipo de lance exige muita atenção, porque você tem que acompanhar o posicionamento dentro da área, a movimentação do jogador que vai cruzar e a trajetória da bola. Fui feliz e consegui fazer a defesa", explicou.

Depois de um começo de ano onde alternava grandes atuações com algumas falhas, bastante incomuns em seus três anos de estádio Olímpico, Victor vive novamente uma grande fase no gol gremista. No pior momento do Grêmio no Brasileirão, logo após a volta da Copa do Mundo, ele era praticamente o único destaque positivo do time, evitando ainda mais derrotas com defesas milagrosas e constantes defesas em pênaltis.

Aplaudido pela atuação de sábado, o goleiro comemora a volta da boa fase. "Fico muito feliz quando posso ajudar o time a vencer, quando vejo que a torcida está satisfeita com o meu trabalho. É a paixão dos torcedores que faz o futebol ter essa força. Temos esse compromisso com eles", disse Victor, que tem contrato com o Grêmio até o final de 2015.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.