Meia do Botafogo ficou irritado por ter sido chamado de 'baladeiro' e espera recuperar boa fase

Após a derrota do Botafogo para o Figueirense , na noite da última quarta-feira, o meia Elkeson desabafou no Twitter por ter sido chamado de 'baladeiro' por alguns torcedores. O jogador, que é artilheiro do time carioca no Campeonato Brasileiro , mas não marca há cinco jogos, comentou o momento irregular na competição e afirmou que encerrou a polêmica fechando sua conta pessoal na rede social.

Siga o Twitter do iG Botafogo e receba notícias do time em tempo real

"Peço desculpas, não foi para a torcida do Botafogo, foram três torcedores que falaram sobre noitadas. Fico triste porque não é verdade. É normal a torcida cobrar, mas não estou perdendo noites, estou me dedicando ao máximo e treinando. Mas é passado, já até excluí meu Twitter. Agradeço aos torcedores do Botafogo que me apoiam, sei que a torcida está comigo", declarou o jogador do Botafogo.

Entre para a Torcida Virtual de Botafogo e convide seus amigos

Assim como os outros titulares, Elkeson realizou um trabalho de musculação na academia do estádio Engenhão, na manhã desta quinta-feira. Para o meia, o fato de ter tido um começo muito bom nas primeiras rodadas pode explicar a dificuldade enfrentada nos últimos jogos. Ele acredita que está mais 'carimbado' e precisa inovar para sair da marcação dos adversários.

"A marcação mudou, os adversários observam nosso ponto forte e não temos tantas oportunidades como antes. Mas não podemos desanimar. São cinco jogos sem fazer gol, mas não vou baixar a cabeça. O jogo contra o Vasco é um bom momento para recomeçar o que vínhamos fazendo. O Vasco é uma grande equipe, mas nós também somos. Espero fazer um grande jogo e ajudar o Botafogo", disse Elkeson.

Na 6ª colocação, com 22 pontos, o Botafogo se prepara para o clássico contra o Vasco, no próximo domingo, no Engenhão, às 18h30. O time não poderá contar com o meia Maicosuel, expulso contra o Figueirense na última rodada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.