Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Elkeson comanda virada e Botafogo vence o Flu: 2 a 1

Meia faz belo gol no clássico no Engenhão e leva o time ao terceiro lugar no Campeonato Brasileiro

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Elkeson prova a cada jogo ter sido um grande investimento do Botafogo . Sob sua batuta, o time conseguiu uma grande virada e venceu por 2 a 1 o Fluminense , neste sábado, no Engenhão, e assumiu, provisoriamente, a terceira colocação no Campeonato Brasileiro, com 34 pontos, um a menos do que o Flamengo e três atrás do Corinthians, deixando o rival com apenas 25, podendo até sair do bloco dos 10 primeiros ao fim da 19 rodada.

null

Veja a classificação atualizada do Brasileirão

Com seu time cada vez mais encorpado e confiante, o Botafogo, agora, vai enfrentar o Palmeiras, no Engenhão, quarta-feira, na abertura do segundo turno. Já o Fluminense terá o São Paulo pela frente, no mesmo dia, no Morumbi, precisando se recuperar na competição.

Mais bem colocado na tabela de classificação do Brasileiro e na corrida atrás dos primeiros colocados, o Botafogo foi para cima do Fluminense. Com a velocidade de Maicosuel e a objetividade de Elkeson, o time dominou o rival, que tinha extrema dificuldade para tocar a bola no meio do campo e sair da marcação.

Em cobrança de falta, Elkeson obrigou Diego Cavalieri a fazer uma difícil defesa, aos oito minutos. O Botafogo não parou. Depois de boa jogada individual de Maicosuel, o uruguaio Loco Abreu ficou livre na área, mas chutou mal e perdeu uma grande chance de abrir o marcador, aos 15.

Um minuto depois, o lateral-direito Lucas puxou um bom contra-ataque e tocou para Elkeson, que chutou mal. Loco Abreu ainda se esforçou, mas não conseguiu chegar na bola. O Fluminense, até então, era inofensivo e o Botafogo não tinha o que temer em ir à frente com sua força máxima.

Maicosuel fez boa tabela com Herrera, mas chutou mal, aos 20. Pouco depois, em escanteio cobrado por Renato, Antônio Carlos cabeceou com perigo. O Fluminense, enfim, deu o ar de sua graça, aos 24, quando Carlinhos arriscou um chute de direita e a bola sobrou para Fred, que tentou um lance acrobático, sem qualquer susto para o goleiro Jefferson.

Apesar da pressão do Botafogo durante a maior parte do primeiro tempo, os minutos finais foram de um jogo aberto. Fred recebeu um ótimo passe de Lanzini, mas dominou mal e Jefferson ganhou na dividida, aos 36, evitando o gol do Fluminense. Pouco depois, Diogo também teve uma boa chance, mas chutou para fora.

Com as defesas abertas, o Fluminense ainda teve um contra-ataque desperdiçado por Fred, que demorou a tocar a bola para Rafael Moura, que estava livre. Na sequência, Loco Abreu não soube aproveitar uma falha de Cavalieri e Márcio Rosário. Com isso, o primeiro tempo terminou mesmo 0 a 0.

Na volta para o segundo tempo, os dois times pareciam mais concentrados e começaram a fazer um jogo mais preso no meio do campo. As chances se tornaram mais raras e quem aproveitou primeiro foi o Fluminense. Aos 10 minutos, em cobrança de escanteio de Souza, Fred cabeceou para fazer 1 a 0.

Veja imagens dos clássicos deste sábado:

Justamente quando o momento parecia ser do Fluminense, o Botafogo reagiu rapidamente. Depois de receber a bola de uma cobrança de lateral, Elkeson ganhou a jogada de Carlinhos, driblou Gum e tocou de esquerda no canto direito de Diego Cavalieri para empatar o jogo, aos 12 minutos, marcando seu oitavo gol no Brasileiro.

O jogo esquentou. Souza cobrou uma falta com perigo, assustando Jefferson, mas o momento havia mudado de lado. De uma cobrança de escanteio do Fluminense, Jefferson lançou Loco Abreu, que conduziu a bola até a entrada da área e tocou para Lucas chutar cruzado e fazer um belo gol, aos 19.

Os técnicos começaram a lançar mão de suas armas no banco de reservas. Caio Júnior colocou Felipe Menezes no lugar de Herrera. Abel aumentou o poder de ataque do Fluminense, substituindo o volante Diogo pelo atacante Martinuccio. As mudanças não mudaram o jogo e Elkeson quase fez mais um em chute de fora da área.

Aos 35, na base do desespero, Abel tirou Souza para a entrada de Ciro. Caio teve que colocar Gustavo no lugar de Antônio Carlos, que saiu machucado. Perdido, o Fluminense arriscou chutes de longa distância e cruzamentos, mas o jogo terminou com festa em preto em branco no Engenhão.

FICHA TÉCNICA – FLUMINENSE 1 x 2 BOTAFOGO

Local: Engenhão, no Rio de Janeiro
Data: 27 de agosto de 2011, sábado
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia e Ediney Guerreiro Mascarenhas (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Márcio Rosário, Fred, Rafael Moura, Edinho (Fluminense)
Público: 17.627 pagantes
Renda: R$ 437.755,00

GOLS: Fluminense: Fred, aos 10 minutos do segundo tempo

Botafogo: Elkeson, aos 12, e Lucas, aos 19 minutos do segundo tempo

Fluminense: Diego Cavalieri, Mariano, Gum, Márcio Rosário e Carlinhos; Diogo (Martinuccio), Edinho, Souza (Ciro) e Lanzini; Rafael Moura e Fred
Técnico: Abel

Botafogo: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos (Gustavo), Fábio Ferreira e Bruno Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel (Cidinho) e Elkeson; Herrera (Felipe Menezes) e Loco Abreu
Técnico: Caio Júnior

Leia tudo sobre: fluminensebotafogobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG