Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Elite da bola tira Messi do topo e elege Xavi melhor do mundo

Técnicos e capitães das seleções campeãs do mundo e de integrantes do top 10 da Fifa colocaram Sneijder entre os três melhores

Francisco De Laurentiis e Daniel Tozzi, iG São Paulo |

O Barcelona tem o melhor jogador do mundo. Mas não se trata do atacante argentino Lionel Messi, e sim do meia espanhol Xavi Hernandez, campeão da Copa do Mundo este ano. O parceiro de Xavi no meio-campo barcelonista e da Espanha, Andrés Iniesta, segue entre os melhores, mas fica fora do pódio oficial do prêmio da Fifa para dar lugar ao meia holandês Wesley Sneijder, campeão de tudo pela Internazionale em 2010.

Foi esse o quadro escolhido pela elite do futebol mundial na votação do Bola de Ouro da Fifa. Se forem considerados apenas os votos de técnicos e capitães das principais seleções do mundo, seriam Xavi, Messi e Sneijder, nesta ordem, os premiados nesta segunda-feira em Zurique. Mas a entidade máxima, computando votos de jornalistas e de representantes dos seus mais de 200 filiados, acabou por eleger Messi pela segunda vez o melhor do mundo, deixando Iniesta com o vice e Xavi, o preferido da elite, em terceiro. Os votos das piores seleções do mundo ajudaram muito a formar esse quadro.

O colegiado restrito apontado pelo iG conta apenas com os campeões mundiais - Espanha, Alemanha, Brasil, Inglaterra, Uruguai, Itália e França (os votos da Argentina não foram divulgados) -, além de Portugal e Holanda, que integram o top 10 do ranking da Fifa. Este grupo deixaria Iniesta, decisivo na final do Mundial da África, como o quarto melhor do ano, premiaria a excelência da temporada de Xavi e colocaria o holandês Sneijder, campeão europeu, mundial de clubes e vice da Copa no pódio dos melhores do último ano.

Na eleição da Bola de Ouro, cada técnico, capitão e jornalista - o iG desconsiderou o voto destes na simulação da elite - escolhe três nomes. O primeiro escolhido recebe cinco pontos, enquanto o segundo leva três e o terceiro um. Seguindo o critério de avaliar apenas os votos das 10 principais seleções do mundo, Xavi ficou com 40 pontos, oito de vantagem sobre Messi. Sneijder terminou com apenas um ponto de vantagem sobre Iniesta. Os principais treinadores e capitães do mundo também lembraram nomes como Diego Forlán (melhor jogador da Copa do Mundo segunda a Fifa), Cristiano Ronaldo e Arjen Robben. Um dos artilheiros da Copa, o alemão Thomas Müller também foi citado.

[]O único brasileiro mencionado foi o lateral direito Maicon (que entrou para a seleção ideal feita pela Fifa e pela FIFPro), terceiro escolhido pelo técnico da seleção da Inglaterra, o italiano Fabio Capello. Quem votou pelo Brasil foram Mano Menezes e Robinho. Tanto o treinador quanto o jogador elegeram Messi em primeiro e Xavi em segundo lugar. O atleta do Milan, porém, escolheu o uruguaio Forlán como terceira opção, enquanto Mano votou no holandês Robben na sua última escolha.

Dos 54 votos computados, três foram invalidados: o treinador da seleção da Holanda, Bert van Marwijk, escolheu um holandês como sua primeira opção para melhor do mundo, o que anulou seu voto. O capitão da equipe, Mark van Bommel, foi mais longe: votou holandeses tanto para o primeiro quanto para o segundo lugar, o que anulou duas de suas escolhas. Nenhum outro treinador ou capitão votou em um atleta de sua própria nacionalidade.

Na eleição da elite da bola, o Bayern de Munique, da Alemanha, acabou empatando em representantes na lista da Bola de Ouro com o Barcelona. Enquanto a equipe catalã ficou com Xavi, Messi e Iniesta entre os finalistas, o time bávaro teve Robben, Schweinsteiger e Thomas Müller entre os nomes lembrados pelos técnicos e capitães das principais seleções do mundo.

Confira como ficaria a Bola de Ouro na eleição da elite da bola:

JOGADOR VOTOS PONTUAÇÃO
Xavi Hernández (ESP) - Barcelona (ESP) 12 40
Lionel Messi (ARG) - Barcelona (ESP) 10 32
Wesley Sneijder (HOL) - Internazionale (ITA) 9 29
Andrés Iniesta (ESP) - Barcelona (ESP) 8 28
Arjen Robben (HOL) - Bayern de Munique (ALE) 2 6
Cristiano Ronaldo (POR) - Real Madrid (ESP) 2 4
Iker Casillas (ESP) - Real Madrid (ESP) 2 4
Diego Forlán (URU) - Atlético de Madri (ESP) 2 2
Bastian Schweinsteiger (ALE) - Bayern de Munique (ALE) 2 2
Thomas Müller (ALE) - Bayern de Munique (ALE) 1 1
Maicon (BRA) - Internazionale (ITA) 1 1
iG

 


Confira os votos dos treinadores e capitães:

(Votante: 1º colocado / 2º colocado / 3º colocado)

ESPANHA

T: Vicente Del Bosque: Messi / Cristiano Ronaldo / Schweinsteiger
C: Iker Casillas: Robben / Sneijder / Cristiano Ronaldo

ALEMANHA

T: Joachim Löw: Xavi / Messi / Forlán
C: Phillip Lahm: Iniesta / Sneijder / Messi

HOLANDA

T: Bert van Marwijk: INVÁLIDO / Messi / Xavi
C: Mark van Bommel: INVÁLIDO / INVÁLIDO / Schweinsteiger

BRASIL

T: Mano Menezes: Messi / Xavi / Robben
C: Robinho: Messi / Xavi / Forlán

INGLATERRA:

T: Fabio Capello: Iniesta / Xavi / Maicon
C: Rio Ferdinand: Sneijder / Iniesta / Xavi

URUGUAI

T: Oscar Tabarez: Messi / Xavi / Thomas Müller
C: Diego Lugano: Sneijder / Xavi / Messi

PORTUGAL

T: Paulo Bento: Xavi / Messi / Iniesta
C: Cristiano Ronaldo: Xavi / Casillas / Sneijder

ITÁLIA

T: Cesare Prandelli: Sneijder / Iniesta / Messi
C: Gianluigi Buffon: Iniesta / Sneijder / Casillas

FRANÇA

T: Laurent Blanc: Xavi / Sneijder / Iniesta
C: Alou Diarra: Iniesta / Xavi / Sneijder

Leia tudo sobre: Futebol MundialXaviIniestaMessiSneijderBola de Ouro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG