Dispensado na quarta-feira pelo Cruzeiro, volante volta ao clube que o fez ficar conhecido. Atacante marcou poucos gols em 2010

Em vez do volante Derley e do atacante Nunes, o Náutico acertou com Elicarlos, ex-Cruzeiro, e Ricardo Xavier, ex-Guarani, para as posições. Embora o clube continue com a política de não confirmar contratações até os contratos estarem assinados, os próprios jogadores já falam como atletas do clube.

Elicarlos, de 25 anos, volta ao Recife após duas boas temporadas, em 2006 e 2007. "Motivação não vai faltar. Tinha propostas de outros clubes, mas foi o clube que abriu as portas do futebol nacional para mim. Retorno mais maduro e com a experiência de ter disputado o Campeonato Mineiro, o Brasileiro e a Libertadores pelo Cruzeiro", avisou o jogador ao "Jornal do Commercio". Ele tinha contrato até 2012 com a equipe de Belo Horizonte.

Ricardo Xavier, por sua vez, destacou-se na campanha de acesso do Guarani em 2009, marcando 14 gols. Na última temporada, anotou apenas três tentos em 24 partidas Ele chegou a ser anunciado, mas a diretoria do Náutico havia recuado quando o jogador recebeu uma proposta de um time de Série A e outra do Goiás.

"O que passou, passou. O importante é que fechei com o Náutico. Estou ciente da responsabilidade que será disputar o Pernambucano e da importância do hexacampeonato. Espero poder ajudar a manter essa hegemonia do Náutico", afirmou o novo contratado do único clube campeão seis vezes consecutivas do Pernambucano. Em 2011, o Sport tenta repetir o feito.

Com esses dois, o Náutico chega a 13 contratações na temporada, mas ainda não está satisfeito. Inclusive, o presidente Berillo Júnior disse que a negociação com Derley, do Internacional, não está descartada por causa da chegada de Elicarlos. O time pernambucano ainda depende de uma liberação do time gaúcho.

"No meu entendimento será melhor para ele ficar no Náutico, clube no qual é ídolo. Se for para o Sport, pela rivalidade, sofrerá assédio muito grande, mas se a proposta do Sport for superior, e o jogador quiser ir para lá, não posso frustrá-lo", explicou o diretor-executivo do clube gaúcho, Newton Drummond.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.