Meia da base está mais solto nos treinamentos e tem entrado com personalidade nas partidas

O meia Élber vem sendo tratado com muito cuidado pela atual comissão técnica do Cruzeiro . Revelado na base, o jogador é tímido e tem dificuldades para se enturmar com o restante do grupo. Mas ultimamente o jovem talento cruzeirense vem se soltando mais e o técnico Vágner Mancini tem aproveitado mais o jogador durante os jogos.

Leia também: Mancini promete Cruzeiro com força máxima em todos os jogos

Mancini explica porque não deu tantas oportunidades a Élber em 2011, quando assumiu o time na luta contra o rebaixamento. "O ano passado era um momento de jogar muito peso sobre um atleta que não tinha sustentáculo para isso. Hoje, a equipe está mais arrumada e dá para o Élber desempenhar o que deve. Damos ao Élber uma mão firme, não cheia de sabão, em que ele possa escorregar", disse o treinador cruzeirense.

Para o treinador, o jogador evoluiu com as dificuldades e tem mostrado personalidade quando entra nas partidas. "O Élber é um atleta que está muito mais maduro. Era um menino introvertido, hoje está totalmente mudado. Isso nada mais é que o cenário que ele mesmo fez. Espero que, nos próximos jogos, ele possa entrar ainda melhor", afirmou Mancini.

Élber já disputou 14 partidas pelo Cruzeiro e ainda não fez o seu gol no time profissional. Todavia, foi decisivo no clássico contra o América-MG, quando no seu primeiro toque na bola deu bela assistência para o gol da virada de Walter.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a timidez de Élber

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.