Tamanho do texto

Santista elogia treinador pelo desempenho da defesa do Palmeiras, que sofreu apenas oito gols em 2011

A semana que antecede o clássico entre Santos e Palmeiras neste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 17ª rodada do Campeonato Paulista, dispensou polêmicas entre os jogadores de ambos os times e chama a atenção pelos elogios ao adversário . O meia Elano entrou no ritmo. O camisa 8 exaltou o técnico Luiz Felipe Scolari, principalmente pelo sistema defensivo do Palmeiras em 2011, o melhor do Brasil , com apenas oito gols sofridos (seis pelo Estadual).

“Acompanho a carreira do Felipão. Todas as equipes dele são bem postadas. Não vai ser um placar tão largo, pois o Felipão posiciona a equipe com muita qualidade. 1 a 0 para gente está de bom tamanho. É um jogo de paciência”, destacou Elano.

Para exaltar Felipão, o meia santista foi mais longe. Elano ressaltou que o treinador se destacou no Palmeiras, apesar das dificuldades que enfrentou por falta de reforços. A dupla de zaga de sua equipe, por exemplo, conta com Thiago Heleno, jogador renegado por dois rivais: Corinthians e Santos.

'Renegado Thiago Heleno' cresceu com Felipão
AE
'Renegado Thiago Heleno' cresceu com Felipão
Após ser dispensado do Corinthians com fama de ‘vilão’, culpado pela torcida por algumas derrotas do time na temporada passada, o zagueiro foi oferecido ao Santos no início deste ano, mas foi recusado pelo técnico Adilson Batista, que além de trabalhar com Thiago Heleno no Cruzeiro, foi o responsável pela contratação do defensor no Corinthians.

“É uma equipe bem formada, ainda mais quando um treinador como o Felipão consegue passar isso para os jogadores. Mesmo com as dificuldades, o Felipão conseguiu os resultados. Vamos ter que chutar bastante para surpreender de qualquer maneira”, disse o meia, que prega a paciência como um trunfo para vencer a ‘retranca’ de Felipão.

“Temos que ter paciência para que a gente deixe os jogadores de ataque em condições de um contra um. Domingo vai ser grande jogo, mas acho que o Santos tem condições de vencer”, concluiu.